Feira de Santana volta a fechar comércio após aumento de casos da Covid-19


Foto: Reprodução

Após reabrir o comércio e ter um aumento de 105% de casos de covid-19, a cidade de Feira de Santana terá todos os estabelecimentos comerciais fechados novemente no período de 21 de maio a 1º de junho. A determinação está em um decreto publicado pelo prefeito Colbert Martins (MDB), em edição extra do Diário Oficial do Município (DOM), no início da noite desta segunda-feira (18). Confira decreto abaixo.

Segundo o decreto, as empresas do setor de serviço, os profissionais liberais, as clínicas (humanas e veterinárias) e as indústrias poderão continuar abertas. A Ceasa e o Centro de Abastecimento terão funcionamento reduzido, das 4h às 14h. Já a Feiraguay deve ficar fechada. Confira as outras mudanças.

O prefeito determinou o fechamento completo de todos os shoppings, galerias, lojas de conveniência de postos de gasolina e afins, da Feiraguay, Mercado de Arte Popular, Campo do Gado, bares e restaurantes.