Entenda como será a semana de feriados antecipados em Ipiaú


Foto: Giro Ipiaú

O decreto da Prefeitura Municipal de Ipiaú, divulgado na tarde da última quinta-feira (ver aqui), que determinava a reabertura gradual do comércio na cidade não terá mais validade, após a decisão do governador Rui Costa em incluir Ipiaú na lista de municípios que terão feriados antecipados na próxima semana. A Assembleia Legislativa da Bahia (Alba) aprovou, em sessão virtual realizada neste sábado (23), o projeto de lei que antecipa os feriados. A Prefeitura de Ipiaú deve divulgar ainda nesse final de semana um novo decreto estabelecendo as novas determinações.

Além de Ipiaú, o decreto já divulgado no Diário Oficial do Estado, se estende à Salvador, Feira de Santana, Lauro de Freitas, Itabuna, Ilhéus, Jequié, Candeias e Camaçari. Os locais foram escolhidos por possuírem os maiores números de casos de contaminação e a linha de corte de 100 ocorrências para cima até agora. A medida adotada pelo governador é uma tentativa de estimular o isolamento social e reduzir a taxa estadual de transmissão do novo coronavírus, que gira em torno de 5%.

Com as antecipações, os feriados da Independência da Bahia (02 de julho) e São João (24 de junho), serão respectivamente na segunda-feira (25 de maio) e terça-feira (26 de maio). Na quarta-feira (27) e quinta-feira (28), caberá a prefeitura local antecipar  feriados municipais. Em Ipiaú, o aniversário da cidade, 02 de dezembro, será antecipado para a quarta-feira, dia 27 de maio.

Para as nove cidades baianas nas próximas quinta-feira (28) e sexta-feira (29) o decreto do governo suspende os serviços não essenciais. Durante a semana só estão autorizadas a funcionar as atividades consideradas essenciais pela prefeitura e governo, a exemplo de farmácias, supermercados e serviços de saúde. Agências bancárias poderão funcionar na quinta e na sexta.  A expectativa é de que os cinco dias de isolamento social reforçado reduza ainda mais a taxa de transmissão do novo coronavírus e consiga diminuir o ritmo de ocupação dos leitos clínicos e de UTI.

A decisão do governador Rui Costa não está tendo apoio de grande parte da comunidade, especialmente dos comerciantes que estão com seus estabelecimentos fechados desde o dia 22 de março. Havia uma grande expectativa pela reabertura gradual anunciada após reunião entre a prefeita Maria das Graças e representantes do comércio.

Um decreto chegou a ser publicado no diário oficial do município, na última quinta-feira (21), anunciando o retorno das atividades comerciais para a próxima segunda-feira, 25, e estabelecendo uma série de determinações para o funcionamento.  Na sexta-feira (22), o Ministério Público chegou a informar à prefeitura que não concordava com a reabertura do comércio no atual momento, considerando o colapso na saúde estadual e a falta de leitos para pacientes com covid-19. Assim, a decisão de retorno do funcionamento dos estabelecimentos considerados não essenciais deverá ocorrer na próxima semana. (Giro Ipiaú)