Moradores de povoado baiano incendeiam galpão com 28 infectados por covid-19


Foto: Divulgação

Um alojamento onde estavam 28 infectados pelo novo coronavírus, montado pela construtora Andrade Gutierrez, no povoado de Angico, em Campo Alegre de Lourdes, município na divisão entre a Bahia e o Piauí, foi incendiado, na manhã da última quinta-feira (28). Foram os próprios moradores do distrito que atearam fogo no galpão, ao saber da chegada do grupo. Até então, não havia casos de coronavírus no local. Hoje, 30 nativos estão sob monitoramento da Vigilância de Saúde do município, segundo Aline Almeida, coordenadora da Atenção Básica.

Ninguém foi preso e nenhum trabalhador sofreu ferimentos, mas um inquérito foi aberto para investigar o caso. A Andrade Gutierrez decidiu suspender os trabalhos na região por 15 dias e os funcionários que estavam no alojamento desde a noite anterior ao incêndio foram levados para Barreiras.

Ao CORREIO, a coordenadora Aline Almeida falou que os funcionários viam de Pilão Acardo em direção a Barreiras. Uma barreira sanitária no município, no entanto, impediu a entrada. Depois, um ônibus da empresa tentou desembarcar os trabalhadores em São Raimundo – novamente, sem sucesso. Só então partiram para Angico, onde a empresa tem um canteiro de obras. Leia mais no CORREIO