Técnica de Enfermagem do Hospital Prado Valadares encontrada morta dentro de casa em Jaguaquara


Foto: Blog Marcos Frahm

A taxa das mortes auto-provocadas vem crescendo, desde 2019, em Jaguaquara e outros municípios do Vale do Jiquiriçá. Em Jaguaquara, num curto período de sete dias, a polícia registrou casos de suicídios, em pontos diferentes da cidade. O último, ainda não confirmado pela Instituto Médico Legal, pode ter ocorrido neste sábado (30), e refere-se a uma técnica de enfermagem, identificada como Rosimeire Barbosa Portugal, que foi encontrada na manhã de hoje, sem sinais vitais, em sua residência, no bairro Malvina I.

Ao ser acionada após a descoberta do corpo, a polícia encontrou no local, seringas, ampolas e comprimidos que supostamente teriam sido utilizados por Rosimeire. A mulher teria retornado recentemente de São Paulo e integrava o quadro de profissionais de saúde do Hospital Geral Prado Valadares-HGPV, em Jequié, com atividade na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

O corpo foi levado para autopsia no Instituto Médico Legal de Jequié, que deverá revelar a família as causas do óbito. Por meio de nota, a direção do HGPV lamentou a morte da servidora.”É com pesar que o Hospital Geral Prado Valadares informa o falecimento da técnica de enfermagem Rosimeire Barbosa Portugal, óbito que ocorreu na madrugada deste sábado, decorrente de causas externas”, lamentou a unidade hospitalar.

Na sexta-feira (29), um homem de 65 anos, identificado por Manoel Ferreira de Jesus, apelidado de Caburé, foi encontrado morto no interior da casa onde residia, na localidade de Baixa da Fartura, no bairro Lagoa e o caso foi registrado como suicídio. No último domingo (24), no bairro Popular, Marcos Santos Sales, de 33 anos, foi encontrado morto por enforcamento. *Com informações do Blog Marcos Frahm