Moradora de Ipiaú denuncia abusos sexuais sofridos na infância e adolescência


Flávia usou uma rede social para fazer as denúncias.

Flávia Rocha dos Santos, de 26 anos, moradora de Ipiaú, usou uma rede social para denunciar os abusos sexuais sofrido por ela durante a infância e adolescência. Os abusos e estupro, conforme o relato, teriam ocorridos no distrito de Tapirama, município de Gongogi, e na cidade de Barra do Rocha.

No seu perfil no Instagram, a jovem escreveu que foi molestada na infância por dois tios, irmãos da minha mãe. Ela afirma também na postagem e no vídeo, que na sua adolescência, aos 14 anos, foi molestada e estuprada por um homem amigo da família.

Flávia conta que resolveu falar sobre o assunto após a irmã dela também denunciar para a família que sofreu abuso de um dos tios. Ela ainda revelou que a enteada do tio, que é menor de 14 anos, é mais uma vítima. As três foram à delegacia de Ipiaú na tarde de terça-feira (02), para formalizarem as denúncias. “Talvez se eu tivesse denunciado antes, se eu falasse antes, talvez ele não teria feito isso com ela [enteada do tio] também.”, comentou.

“Só vim entender o que tinha acontecido comigo depois dos 18 anos, e mesmo assim, continuei calada, por vergonha. Esse mal é silencioso, as vezes camuflado, mas está entre a gente e na maioria das vezes é o familiar, o amigo da família, em quem a gente confia. Cuide de nossas crianças”, escreveu Flávia. Acompanhe o vídeo gravado por ela e exibido no seu instagram.