Prefeitura de Gandu decreta lockdown para conter avanço do coronavírus


Foto: Divulgação

A prefeitura da cidade de Gandu, no sul da Bahia, decretou a proibição das atividades não-essenciais e circulação de pessoas e veículos, o chamado lockdown, para conter o avanço do coronavírus. A medida será válida a partir de 2 de julho. O lockdown será válido até dia 8 do mesmo mês. As únicas atividades que terão funcionamento permitido são farmácias, clínicas médicas, laboratórios, postos de combustíveis e serviços de delivery.

Carros oficiais e de urgência e emergência também terão liberação para circulação. As atividades comerciais de serviços não essenciais já estão suspensas em Gandu há cerca de uma semana, por recomendação do Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA). Outras medidas preventivas já haviam sido adotadas no município, como barreiras sanitárias e o toque de recolher, que começou no dia 4 de junho e segue até a terça-feira (30). *Com informações do G1