Prefeitura de Itagi distribui kit para tratamento inicial de pacientes com sintomas da covid-19


Foto: Divulgação/Prefeitura Itagi

O município de Itagi está distribuindo o kit covid para pacientes com sintomas suspeitos do novo coronavírus. O kit, composto por azitromicina, loratadina, ivermectina e hidroxicloroquina, é entregue pela secretaria municipal nas residências dos pacientes que passam por avaliação da equipe médica do município. Segundo a secretaria, a ação é pioneira na região.

Apesar de nenhum dos remédios ter comprovação cientifica comprovada, diversos prefeitos no Brasil têm adotado a distribuição desses medicamentos para prevenir a covid-19. O objetivo dos gestores é evitar o colapso do sistema de saúde, já que os coquetéis de remédios teriam potencial, utilizados juntos ou separadamente, para prevenir o avanço da doença ao estágio que demandaria internação em leito clínico ou de UTI.

Na última sexta-feira (10), em entrevista ao Programa a Hora da Verdade (FM IPIAÚ), apresentado pelo radialista Marcelo Silva, o médico e prefeito de Itagi, Olival Andrade disse que em casos de pessoas que apresentam sintomas do coronavírus, o protocolo desses medicamentos tem sido aplicado antes mesmo de ser comprovada a infecção através testes rápidos e laboratoriais.

“As pessoas sintomáticas, nós não estamos aguardando o resultado de testes, porque isso demora e nós corremos contra o tempo. A medida que uma pessoa apresente sintomas e se você não intervir para que algumas medicações façam o efeito necessário, para que se evite a forma grave da doença, e você ficar esperar o resultado do teste, essa pessoa pode desenvolver a forma grave e vai necessitar de hospital e provavelmente UTI, e o resultado é que muitos vão a óbito”, comentou o gestor. O município de Itagi, em boletim divulgado na sexta-feira (10), tem 12 casos confirmados de covid-19, apenas 2 ativos, e nenhum óbito. *Redação/Giro Ipiaú