Prefeitura de Ipiaú realiza ações da campanha “Julho Amarelo”


Foto: Divulgação

A Secretaria de Saúde de Ipiaú, com apoio do Grupo Nova Vida, deu início a campanha do “Julho Amarelo” que objetiva alertar e conscientizar a população para a prevenção às hepatites virais, sífilis e HIV. A campanha é voltada para a população em geral e dará maior ênfase para as pessoas que fizeram cirurgias, transplantes ou receberam transfusão de sangue, além daquelas que têm tatuagens e piercings. Os usuários de drogas também fazem parte do público alvo.

Foto: Divulgação

No decorrer deste mês diversas ações serão realizadas nas unidades de saúde do município onde estão sendo disponibilizados testes rápidos, além do oferecimento de vacinas, preservativos e trabalho de educação em saúde. No dia 17 (sexta feira) as atividades serão concentradas no Centro de Abastecimento, local em que se encontra instalada a feira livre da cidade. Onde será realizada uma ação de Vigilância em Saúde com objetivo de promover e prevenir ações de saúde para esta categoria de trabalhadores e conseqüentemente para a população que consomem seus produtos.

Na oportunidade ocorrerá a distribuição de máscaras orientações sobre a importância da sua utilização para o enfrentamento ao novo coronavírus. Também estão programadas blitz educativas nos semáforos da Praça do Cinquentenário e Rua Juracy Magalhães, com a distribuição de panfletos informativos sobre a doença.

No país, milhões de pessoas são portadoras do vírus da hepatite tipo B e C e não tem conhecimento disso. Um exame simples e gratuito pode salvar vidas. A testagem rápida é importante para identificar a doença, o tipo de hepatite e definir a forma do tratamento a ser feito. O médico hepatologista Marcelo Costa estima que 2% da população de Ipiaú tenha hepatites virais.

“As hepatites virais são consideradas doenças silenciosas e que podem evoluir para o quadro crônico se não forem diagnosticadas precocemente e tratadas. São doenças silenciosas que nem sempre apresentam sintomas”, esclarece José Vaz, membro do Grupo Nova Vida de Apoio aos Portadores de Hepatites Virais e presidente do Conselho Municipal de Saúde.

“Hepatites virais têm cura. Faça o teste. A Secretaria da Saúde chama atenção para a campanha “JulhoAmarelo” e a importância de manter a população informada sobre a doença que causa inflamação no fígado e até câncer”, acrescenta Michele Calheira, Coordenadora da equipe de Atenção Básica da Secretaria Municipal de Saúde.

Existe vacina contra a hepatite B e ela está sendo oferecida nas unidades de saúde do município, entretanto não existe para a Hepatite C, a qual pode ser evitada com facilidade. Para prevenir, basta não compartilhar com outras pessoas nada que possa ter entrado em contato com sangue, como seringas, agulhas e objetos cortantes destaca a enfermeira Gabriele Prazeres, coordenadora Vigilância Epidemiológica do município. (José Américo Castro/Dircom).