Terreno baldio vem causando riscos à saúde de moradores da Rua Noel Bonfim


Foto: Divulgação/Redes Sociais

Um terreno baldio, em um loteamento na Rua Noel Bonfim, Bairro Aloísio Conrado, vem sendo utilizado como depósito de lixo, entulhos e até fezes humanas, conforme denunciam moradores da área. Eles garantem que já encaminharam inúmeros pedidos de providências à Prefeitura Municipal de Ipiaú que até o momento não se prontificou a atendê-los.

“A cada dia aumenta o volume dos resíduos despejados no local por uma determinada pessoa que pouco se importa com a saúde e bem-estar dos seus vizinhos e parece desafiar a autoridade pública”, comentou uma moradora. Pneus, sacolas plasticas, garrafas pets, cacos de vidro, latas e outros materiais que ali se acumulam tornam-se em potencial criadouros das larvas do Aedes Aegypti.

Além disso o matagal que se verifica no lote contribui com a proliferação de ratos, baratas, escorpiões e até cobras, dentre outros animais nocivos. Para piorar a situação, uma pessoa da vizinhança costuma jogar nesse terreno nada menos que seus excrementos, demonstrando assim que na casa onde mora não tem vasos sanitários e muito menos ligação com a rede de esgotos. Moradores reivindicam ao poder público municipal que providências sejam tomadas.

Multa para proprietários de terrenos baldios

Em janeiro desse ano, a Câmara de Vereadores de Ipiaú aprovou o Projeto de Lei Nº 007/2020 que institui multas de 1% do valor do venal da área, e se tratando de terrenos de área municipal ou estadual, as entidades responderam processos administrativos por descasos com a saúde pública, haja vistas o valor da multa serão revestidos principalmente para o tratamento da dengue, Zika, Chikungunya e entre outras. *Redação/Giro Ipiaú