Inédito: Dia dos Pais deve superar o das Mães em vendas


Foto: Divulgação

As vendas do Dia dos Pais deve superar o das Mães esse ano, que não foram homenageadas por conta das restrições na economia provocadas pela pandemia. Apesar da expectativa positiva em relação a maio, na comparação com o segundo domingo de agosto do ano passado, espera-se uma queda de 8% no movimento, de acordo com a Federação do Comércio, Serviços e Turismo do Estado da Bahia (Fecomércio). Em números absolutos, o órgão aponta que nos nove primeiros dias de agosto, o varejo deve perder R$ 103 milhões de reais em faturamento este ano, na comparação com os R$ 1,21 bilhão registrados em 2019. A queda no entanto é bem menor do que a do Dia das Mães. Em maio, a perda foi de 36%, com uma redução no faturamento de aproximadamente R$ 500 milhões. A melhora na comparação entre as datas deve acontecer justamente por conta da reabertura. *Com informações do CORREIO