Baronesas invadem praias de Ilhéus após forte chuva no sul da Bahia


Foto: Redes Sociais

Após as fortes chuvas que atingiram a região sul do estado, na última semana, as praias da Ponta da Tulha, do Cristo e da Avenida, em Ilhéus, foram tomadas por baronesas. As plantas aquáticas chegaram ao mar pelos rios Cachoeira e Almada e, desde quarta (4), a Prefeitura de Ilhéus, por meio da Secretaria Municipal de Serviços Urbanos (Secsurb), iniciou um mutirão de limpeza para a retirada das baronesas da faixa de areia. A operação conta com apoio da Marinha e do Corpo de Bombeiros. A limpeza da praia da Ponta da Tulha já foi concluída e a previsão é que as plantas sejam totalmente retiradas até o próximo sábado (7).

Segundo o secretário de Meio Ambiente e Urbanismo do município, Mozart Aragão, o aparecimento das baronesas é comum na região sempre que o volume dos rios aumenta. Mas, desta vez o fenômeno foi triplicado. “As baronesas sempre chegaram. O município de Itabuna é um dos principais responsáveis por essa poluição, porque joga o esgoto sem tratamento no rio Cachoeira. Com a enchente, elas desceram”, afirma.

Aragão também aponta como intensificador do problema a barragem do Rio Colônia, responsável pelo abastecimento de água da região de Itabuna, localizada entre o município e Itaju do Colônia. “Foi preciso abrir as comportas da barragem”, complementa. Em resposta, a Prefeitura de Itabuna informou que entre as pontes do Rio Cachoeira não há mais esgoto sendo jogado, e, atualmente, 88% do esgoto é coletado e 33% é tratado. Na gestão anterior, apenas 4% do esgoto era tratado. Para eles, todas as baronesas, ou 90% delas, vêm da barragem de acumulação em Itapé e a contribuição do trecho de Itabuna é pequena. *Com informações do CORREIO