Vigilância Sanitária já fez cerca de 2 mil ações contra a covid-19 em Ipiaú


Foto: Divulgação

A Vigilância Sanitária da Secretaria de Saúde de Ipiaú prossegue com o trabalho de fiscalização e enfrentamento à pandemia do novo coronavírus. A maioria das atividades está relacionada ao cumprimento dos decretos municipais com o objetivo de reduzir as possibilidades de transmissão do vírus.

Noções de educação em saúde são aplicadas nos estabelecimentos comerciais e junto aos vendedores ambulantes e barraqueiros do Centro da Abastecimento. Em casos de extrema necessidade, os fiscais notificam e até interditam os estabelecimentos infratores. No período de abril a dezembro do ano passado foram realizadas cerca de duas mil ações, entre inspeções, orientações, apreensões, interdições e outras atividades.

Foto: Divulgação

A coordenadora da Vigilância Sanitária, Vanessa Fonseca, informa que durante as atividades educativas são repassadas orientações referentes a condutas de higienização, com uso de água, sabão ou álcool em gel, uso de máscaras, além de outros procedimentos essenciais nessa luta contra a pandemia.

Vanessa Fonseca lembra que o primeiro caso notificado de Covid-19 em Ipiaú foi no dia 1º de abril de 2020 e desde então a Vigilância Sanitária intensificou a fiscalização e vistorias. Montou barreiras sanitárias nos limites do município, promoveu desinfecção de vias e espaços públicos e vem trazendo orientações técnicas e educação em saúde para população.

“A equipe tirou de circulação produtos desinfectantes falsificados que seriam comercializados e utilizados pela comunidade, fez vistorias em diversos estabelecimentos, promoveu orientações quanto ao distanciamento social, incentivou boas práticas de higiene e desinfecção, bem como uso correto de equipamento de proteção individual”, pontuou a coordenadora.

Com a flexibilização gradual dos estabelecimentos foi essencial a ampla adesão dos comerciantes no cumprimento dos decretos municipais, adotando rotinas de higiene e biossegurança. O trabalho de educação em saúde também conta com adesão de boa parte da população, o que tem permitido que a pandemia no município seja monitorada e relativamente controlada. Enquanto aguarda-se a vacina é necessário a manutenção das boas práticas para que a doença não avance, comprometendo vidas humanas. *José Américo Castro/Prefeitura de Ipiaú/Dircom