Varejo baiano perdeu 4,1 mil estabelecimentos do Comércio em 2020


Foto: Reprodução/ A Tarde

De acordo com levantamento realizado pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), o saldo entre aberturas e fechamentos de loja com vínculos empregatícios no comércio varejista baiano ficou negativo em 4,14 mil unidades em 2020 – maior retração na quantidade de estabelecimentos com estas características desde 2016 (-3,09 mil). O dado segue em linha com a retração de 6,7% nas vendas do varejo em 2020, conforme calculado pela Fecomércio-BA. O faturamento atingiu 102 bilhões de reais, o pior resultado em uma década. Ainda sobre o levantamento da CNC, todo o cenário do varejo brasileiro também ficou negativo em 75,2 mil unidades no ano passado – igualmente com a maior retração na quantidade de estabelecimentos desde 2016 (-105,3 mil).