IBGE suspende provas de concurso para Censo 2021 após corte de verbas


Foto: Reprodução

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) disse nesta terça-feira (6) que suspendeu as provas dos concursos para o Censo 2021. A decisão vem depois que o Orçamento deste ano foi aprovado pelo Congresso com apenas R$ 71 milhões para realização da pesquisa. O texto ainda aguarda sanção do presidente Jair Bolsonaro.

O IBGE avalia que o valor inviabiliza fazer o censo. Por conta disso, resolveu suspender as provas do concurso para agente censitário e recenseador, que aconteceria nos dias 18 e 25 deste mês. Agora, o instituto diz que vai avaliará com o Cebraspe um novo planejamento para aplicar as provas, dependendo de uma posição do Ministério da Economia sobre o orçamento para o censo.

O valor previsto para a pesquisa foi reduzido no orçamento de R$ 2 bilhões para R$ 71 milhões. Um documento foi encaminhado para Arthur Lira (PP-AL), presidente da Câmara, e Rodrigo Pacheco (DEM-MG), presidente do Senado, defendendo a integralidade do orçamento para a pesquisa. Treze membros da Comissão Consultiva do Censo Demográfico, entidade independente que auxilia o IBGE, assinaram a carta.   Os integrantes da Comissão Consultiva alertam na carta que, “se os recursos não forem aprovados agora, será impossível manter o trabalho contínuo” para a execução do Censo no segundo semestre deste ano.