Proprietário de fábrica clandestina que explodiu em Crisópolis é preso


Foto: Reprodução/CORREIO

Equipes da Polícia Civil prenderam um dos proprietários de uma fábrica clandestina de fogos de artifício, que explodiu na tarde desta quarta-feira (14), no Centro da cidade de Crisópolis. A operação contou com policiais da Delegacia Territorial (DT) da cidade e da 2ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/Alagoinhas).

A titular da delegacia de Crisópolis, delegada Débora Vânia Cruz Ferro, instaurou inquérito policial para investigar o fato. “Os laudos periciais, depoimentos e demais elementos coletados auxiliarão na elucidação das causas da explosão. O proprietário da fábrica clandestina foi autuado pela posse e fabricação de artefato explosivo sem autorização e está preso à disposição da Justiça”, disse.

Com a explosão, um prédio de dois andares, onde seria o depósito dos fogos, desabou. Equipes do Corpo de Bombeiros Militar resgataram nos escombros os corpos de Ebervan Souza Reis, de 49 anos, e Fernanda Santana Batista, de 35 anos. Uma adolescente de 13 anos, que ficou ferida. Equipes do Departamento de Polícia Técnica (DPT) farão a perícia no local. *Com informações do Correio