Planalto projeta que PF tem 400 ações contra governadores e prefeitos a ser deflagradas nos próximos meses


Foto: Divulgação

Ao menos 400 ações de buscas, apreensão e prisão podem ser deflagradas pela Polícia Federal em todo Brasil, nos próximos meses, contra governadores e prefeitos. O número é que o estima integrantes do Palácio do Planalto, segundo Bela Megale, do O Globo. Na coluna desta terça-feira (4), a jornalista informou que a medida é para fazer frente à CPI da Covid. O dado chegou a senadores que defendem Bolsonaro na CPI da Pandemia.

Delegados ouvidos pela coluna, no entanto, avaliam que integrantes do governo não têm como acessar essas informações e que estão usando esse número para “propagandear” uma suposta relação de subordinação com a PF, o que não existe. O uso político da corporação por parte do governo na CPI da Covid tem gerado apreensão entre investigadores. O ministro da Justiça, Anderson Torres, entrou em rota de colisão com a PF ao afirmar que vai requisitar dados de investigações que miram governadores.