Após recomendação do Ministério da Saúde, Bahia vacina apenas grávidas com comorbidades


Foto: Reprodução

A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) informou nesta quarta-feira (12) que seguirá a recomendação do Ministério da Saúde de vacinar apenas grávidas e puérperas (mães de bebês com até 45 dias) que tiverem comorbidades. A nova indicação foi feita na terça-feira (11). Ainda na terça, a Sesab já havia anunciado a suspensão das vacinas Oxford/AstraZeneca para esse mesmo público alvo. A medida foi tomada depois que a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) recomendou que este imunizante não seja aplicado em grávidas. A Anvisa recomendou a suspensão porque uma gestante, que havia sido vacinada com a Oxford/AstraZeneca morreu no dia 10 de maio. O caso é investigado e ainda não há comprovação de que a morte foi causada pela vacina.