Projeto ‘Amigos da Pintura’ promove ações sociais e prepara jovens para o mercado de trabalho


Projeto ensina pintura a jovens e adolescentes.

Ipiaú – Um projeto que une aprendizado, geração de emprego, assistência social, solidariedade e até resgate humano, está sendo desenvolvido por dois moradores do bairro ACM e merece ser acolhido pela sociedade ipiauense, pois tem contribuído para evitar que muitos jovens se desviem por caminhos inadequados e vem proporcionando que famílias carentes tenham melhorias nas suas moradias.

Foto: Divulgação

A proposta do pintor de paredes Igor Caetano em parceria com seu colega Neto, através do projeto “Amigos da Pintura”, consiste em ensinar a profissão aos adolescentes e jovens que estejam interessados a ingressar no mercado de trabalho e galgarem melhores condições de vida. Ao mesmo tempo visa promover um novo visual em imóveis que estão descolorados ou nunca tiveram a alegria das tintas, em decorrência da falta de recursos financeiros dos seus proprietários. Mais de 30 adolescentes já participaram do projeto, alguns deles estão em pleno exercício da profissão. Atualmente são oito, entre aprendizes e ajudantes práticos.

Foto: Divulgação

A equipe necessita de atuação em prédios de grande porte para que o aprendizado aconteça com mais precisão e envolva um maior número de jovens. Segundo Igor Caetano, o grupo já atuou nas pinturas dos prédios do Banco do Brasil, da loja Eletrosom e do Fórum Jorge Calmon, dentre outros imóveis.

Com os recursos adquiridos nessas empreitadas a turma investe nos benefícios aos mais carentes, inclusive doando cestas básicas e encaminhando dependentes químicos para centros de recuperação. Duas casas já foram pintadas no bairro ACM e muitas outras aguardam a vez de serem beneficiadas.

Foto: Divulgação

É cada vez maior o número de jovens interessados em participarem dos “Amigos da Pintura”. Para atender a demanda crescente, o projeto necessita de recursos a serem empregados na aquisição de EPIs (Equipamentos de Proteção Individual), uniformes, tintas, pinceis e demais objetos de trabalho. Também precisa de contratos para atuar em espaços de grande porte, a exemplo de prédios escolares, galpões e outros imóveis.

Qualquer doação e acolhimento nesse sentido será importante para a expansão do trabalho e, de maneira especial, para o fortalecimento da atuação voluntária em favor dos mais carentes.

“Toda forma de ajuda será bem-vinda, principalmente no que se refere a abrir espaço para que a gente venha trabalhar, ganhar e ajudar”, comentou Igor Caetano. Ele espera que essa divulgação contribua com a ampliação do projeto e consequentemente proporcionar benefícios a muitos outros jovens e pessoas necessitadas. Os interessados em contribuir poderão contatar com Igor Caetano pelo Whatsapp (73) 9123-9504 ou pelos telefones (73) 98202-5079 e 99984-3655. (Giro/José Américo Castro)