Prefeito de Candeias é preso em operação da PF


Foto: Redes Sociais

O prefeito Pitágoras Alves (PP), da cidade de Candeias, região metropolitana de Salvador, foi preso na manhã desta sexta-feira (11), durante uma Operação da Polícia Federal (PF) que investiga desvios de verbas públicas, na manhã desta sexta-feira (11). A PF encontrou uma pistola e uma espingarda na casa dele, onde mandados de busca eram cumpridos. Segundo a polícia, Pitágoras não tem porte para as armas. Inicialmente, a informação da polícia é de que a prisão do prefeito não tem ligação direta com a operação.

Além da casa de Pitágoras, mandados de busca também foram cumpridos na Secretaria de Saúde do município. Um terceiro mandado também foi cumprido em Candeias, mas ainda não há detalhes de onde. A operação investiga desvio de recursos públicos, após uma denúncia envolvendo a compra de oito respiradores, sem licitação, em 2020. Segundo a PF, cada ventilador custou aos cofres municipais R$ 175 mil aos cofres públicos, tendo sido gasto R$ 1,4 milhão.

Esses valores são incompatíveis com os preços de mercado, em uma diferença de mais de R$ 100 mil por equipamento, segundo a PF. A denúncia foi feita ao Ministério Público Federal (MPF). Segundo a assessoria de comunicação da prefeitura, o prefeito não é o alvo da operação, mas sim a primeira dama, que era secretária de Saúde. A Polícia Federal ainda não confirmou essa informação.