Série B: Doce Mel perde primeira partida da final do Baianão


Foto: Giro Ipiaú

Jogando em casa, no estádio Pedro Caetano, diante de mais de 1.700 torcedores, o time do Doce Mel Esporte Clube perdeu a primeira partida da final da Série B do Baianão. A equipe ipiauense saiu na frente aos dez minutos do primeiro tempo, com gol de Adnael Secão.

Foto: Giro Ipiaú

Aos 16 minutos, Jonas empatou para o Olímpia. Jonas novamente marcou aos 45 minutos do segundo tempo e garantiu a vitória do Olímpia, que sai de Ipiaú com uma vantagem para o jogo seguinte, no domingo, 26, no estádio de Pituaçu, em Salvador. As duas equipes já tinham se enfrentado outras duas vezes no campeonato, ambas as partidas tinham terminado em 1X1. O Campeão da Série B garantirá uma vaga na elite do Campeonato Baiano em 2020.

O Jogo/por Romário Henderson

Foto: Giro Ipiaú

O time do Doce Mel começou o jogo ligado, impondo seu ritmo de jogo e logo abriu o placar com o atacante Adnael Secão, depois de vacilo da defesa do Olímpia. O gol explodiu as arquibancadas do Pedrão, e a equipe continuou bem na partida, marcando muito bem, sobretudo o meia Bida, com Joedson Bola e Ninho alternando a marcação. O Olímpia sentiu a necessidade de acordar e começou a ficar mais com a bola, e depois de linda enfiada do atacante Chorinho, o meia Jonas entrou livre, nas costas do lateral esquerdo Paulinho, bateu firme e empatou o jogo.

Anael Secão comemorando gol (Foto: Giro Ipiaú)

O Olímpia empatou e recuou, todos atrás da linha da bola, e o Doce Mel rodava a bola em busca de espaços. Em linda jogada de Gustavo e Marcelo Pano, o centroavante deixou Pano em boas condições, totalmente livre, na pequena área, mas ele chutou muito mal, jogando por cima do gol. Ao Doce Mel, duas carências que prejudicaram o time: falta de apoio dos laterais como opção para a criação de jogadas e a ausência de um meia armador para fazer a distribuição das jogadas. O capitão Azevedo errou mais do que o normal, inclusive nas cobranças de bolas paradas, enquanto isso, o jovem Joadson Bola não sentiu o jogo e esteve bem, além de Adnael Secão que foi o melhor do Doce Mel no primeiro tempo, não só pelo gol, mas sempre que acionado, conseguir dar continuidade nas jogadas com todo seu perfil driblador.

Foto: Giro Ipiaú

No segundo tempo o ritmo das duas equipes caíram, o Olímpia no seu jogo de bom toque de bola tentava envolver o Doce Mel, ao passo em que o time ipiauense tinha dificuldades de chegar ao ataque. Com a entrada do lateral direito Alaba, o Olímpia fazia algumas boas variações, com o volante Paulinho trocando de posição com Alaba, mas forma geral, o rendimento técnico das duas equipes caiu, deixando o jogo morno.

Foto: Giro Ipiaú

Já no finzinho, o atacante Chorinho fez jogada individual, passando por dois adversários, chutou forte e o goleiro Lupita fez uma defesaça, salvando o Doce Mel. Mas a ducha de água fria veio quando em lance estranho de bate rebate na área, o meia Jonas, canhotinho, bateu no alto e virou o jogo, selando a vitória do time do Olímpia, que no jogo da volta, terá a vantagem do empate. Ao Doce Mel caberá vencer o jogo. Se o fizer por um gol de diferença, levará a decisão para os pênaltis. Caso vença por dois ou mais, fica com o título. A vantagem do Olímpia é considerável, mas o confronto continua em aberto.

Foto: Giro Ipiaú

Ficha técnica
Doce Mel: Lupita, Fieta, Andresson, Herberth e Paulinho; Joedson Bola (Keu), Ninho, Alessandro Azevedo; Marcelo Pano (Menso), Adnael Secão (Luiz Felipe) e Gustavo.
Olímpia: Vitor, Rafael (Alaba), Sérgio Baiano, Jefferson, Williams Luz; Marcelo Chaves (Diego Lopes), Paulinho, Jonas e Bida (Caique); Chorinho e Eduardo.

Técnico do Olímpia prevê confronto muito equilibrado contra o Doce Mel


Foto: Reprodução

A primeira fase teve 30 pontos em disputa, dos quais 23 pontos foram somados pelo Olímpia, quem nos 10 jogos venceu sete vezes, empatou duas vezes e perdeu apenas uma vez. A Águia Baiana, como é conhecida, tem o melhor ataque com 19 gols marcados e a melhor defesa, 05 gols sofridos. O artilheiro da competição é o atacante Chorinho, com 08 gols, que defende as cores da equipe da capital. Os números expressam a força do Olímpia e sua chegada à final de maneira soberba e incontestável.

O técnico Sérgio Araújo elogiou o time do Doce Mel e acredita em dois confrontos equilibrados. “Foram jogos (empates contra o Doce Mel) muito parelhos e de muito estudo entre as duas equipes. Temos convicção que a final será também neste nível. O torcedor do Olímpia pode esperar muita garra, determinação e o padrão de jogo que viu até aqui. O Doce Mel tem uma equipe muito forte e experiente, mas o nosso time também tem qualidade e está preparado para essa decisão. Serão dois bons jogos”, garantiu o técnico do Olímpia ao site oficial do clube. (mais…)

Doce Mel vence e está na final da Série B do Baianão


Foto: Tesouras Noticias

A equipe do Doce Mel venceu o time do Canaã pelo placar de 1 a 0, gol marcado pelo atacante Adnael Secão, no segundo tempo.  O resultado de 1 a 0 colocou o Doce Mel na final da Série B do Baiano, isto porque em Cachoeira, Cajazeiras e Unirb empataram por 0 a 0. A final será disputada contra o Olímpia. O primeiro jogo será no Pedro Caetano, no próximo domingo, 19, às 15h.

O jogo/por Romário Henderson

O time ipiauense controlou todo o jogo, teve mais a bola, trabalhou bastante pelos lados, sobretudo com Fieta, que fez um grande primeiro tempo. O Canaã foi uma equipe bastante inofensiva, chegou esporadicamente ao gol de Lupita, que de forma geral, não teve muito trabalho. Keu e Rayllan foram substituídos no intervalo, dando lugar a Menso e Adnael Secão. Elias Borges colocou a equipe pra frente, e surtiu efeito. Adnael Secão, em lance individual, recebeu a bola próximo à linha da grande área, cortou pra dentro, trouxe a bola para a perna boa e bateu rasteiro no canto esquerdo do goleiro do Canaã, que nada pôde fazer. A segunda partida seguida em que Secão entra no segundo tempo e deixa a sua marca. Gostaria de registrar o belíssimo trabalho realizado pelo técnico Elias Borges. Foram cinco jogos, com três vitórias e dois empates. O time chega muito motivado e com a confiança elevada para esta final. A propósito, o Doce Mel foi a única equipe em que o Olímpia não conseguiu vencer. Sem dúvida, de Salvador vem muito respeito para com a equipe ipiauense. (Giro/Romário Henderson)

De virada, Doce Mel vence o Cajazeiras e segue vivo na competição


O Doce Mel viajou até a cidade de Cachoeira, para enfrentar o PFC Cajazeiras, em jogo válido pela 7ª rodada da Série B do Baiano. A equipe de Ipiaú chegou para essa partida em situação delicada, em quinto lugar, precisando apenas e tão somente da vitória. E ela veio. E veio de uma forma inédita: de virada. A equipe de Ipiaú venceu o Cajazeiras por 3X1, com dois gols de Marcelo Pano. Com a vitória, o Doce Mel chegou aos 11 pontos e segue vivo na competição. No próximo domingo, 28, o desafio da equipe comandada por Elias Borges será em Ipiaú, no estádio Pedro Caetano, contra o Unirb (3º colocado com 12 pontos).
O JOGO
 
O técnico Elias Borges promoveu algumas mudanças, mas a mudança principal foi no comportamento e atitude do time, que tomou as rédeas do jogo desde o primeiro minuto e demonstrou sede de vencer o jogo. Apesar de estar jogando melhor, a equipe sofreu um gol aos 22 minutos, anotado pelo atacante Sandro. Na segunda etapa, entraram Gustavo e Secão. E foi dos pés de Secão que a jogada foi desenhada, o atacante ipiauense deixou Marcelo Pano em boas condições para empatar a partida. Finalmente apostaram em Secão, e ele correspondeu bem, como de praxe. No embalo do empate, o Cajazeiras ficou acuado, enquanto isso, o Doce Mel cresceu e alguns minutos depois, em sua especialidade na Série B, a bola parada, o meia Rayllan, de cabeça, virou o jogo, deixando o Doce Mel em situação confortável. Nos minutos finais ainda deu tempo de Marcelo Pano ampliar o placar para 3 a 1.
Um triunfo gigante, num confronto direto, o que deixa a equipe viva e com chances de terminar entre os dois primeiros colocados, para seguir adiante para a final. Primeira vitória do Doce Mel fora de casa, e primeira partida em que marca três gols em um jogo. Essa vitória pode ser um divisor de águas para a equipe que, restando três jogos, fará duas em casa e uma fora de casa contra o lanterna. As coisas começam a clarear e animar ainda mais o torcedor do Doce Mel. (Giro/Romário Henderson)

Doce Mel se prepara para jogo decisivo contra PFC Cajazeiras


Equipe do Doce Mel treinando no estádio Pedro Caetano.
A 7ª rodada da Série B do Baiano reserva jogos importantes que podem ressuscitar ou matar definitivamente as chances de algumas equipes. Nesse meio está o Doce Mel, que com oito pontos, é o quinto colocado, e precisa de um ótimo resultado diante do PFC Cajazeiras, fora de casa. O confronto está sendo encarado como uma verdadeira decisão, pois até mesmo um empate deixará o Doce Mel com chances remotas de classificação. “Temos que ganhar o jogo, não podemos pensar em outro resultado. Ou vence ou morre na competição. Serão jogos de seis pontos”, resumiu Elias em entrevista ao site Bahia Notícias. A bola rola neste domingo, 21, às 15h, no estádio 25 de Junho, na cidade de Cachoeira. (Giro/Romário Henderson)