Quem teve auxílio emergencial negado pode fazer nova solicitação


Foto: Reprodução

O cidadão que tiver o auxílio emergencial de R$ 600,00 negado pode agora contestar o resultado da análise e pedir novamente o benefício diretamente pelo aplicativo ou site do programa. A atualização nas plataformas foi feita a partir desta segunda-feira (20), informou a Caixa Econômica Federal.

No aplicativo ou no site, quem receber o aviso de “benefício não aprovado” pode verificar o motivo e fazer uma contestação. Se o aviso for de “dados inconclusivos”, o solicitante pode fazer logo a correção das informações e entrar com nova solicitação, de acordo com a Caixa. A responsável por informar o motivo do auxílio emergencial não ter sido aprovado é a Dataprev, estatal federal de tecnologia que analisa os dados informados pelo solicitante. O resultado é depois homologado pelo Ministério da Cidadania.

Para ter direito ao auxílio é preciso atender aos critérios estabelecidos pela legislação, como não ter emprego formal, não receber outro benefício do governo (com exceção do Bolsa Família), não ter renda familiar mensal maior que R$ 3.135,00 ou R$ 522,50 per capita (por pessoa), entre outros. As condições completas são descritas no site do programa. *Com informações da Agência Brasil

Petrobras reduz preços da gasolina em 8% e do diesel em 4%


Foto: Reprodução

A Petrobras anunciou, nesta segunda-feira (20), uma nova redução nos preços médios dos combustíveis vendidos nas refinarias. A gasolina ficará 8% mais barata e o diesel terá queda de 4%. No acumulado do ano, o preço da gasolina já caiu 52,3% e o do diesel caiu 38%.

Os preços valem a partir desta terça-feira (21) e são referentes ao valor vendido para as distribuidoras a partir das refinarias. O valor final ao motorista dependerá do mercado, já que cada posto tem sua própria política de preços, sobre os quais incidem impostos, custos operacionais e de mão de obra.

Segundo levantamento da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), o preço médio para a gasolina nos postos do país, entre 12 e 18 de abril, era de R$ 4,095. O valor do diesel S-500, era de R$ 3,318. O do etanol, de R$ 2,796. O botijão de GLP, de 13 kg, está com o valor médio de R$ 69,96

Justiça Federal derruba exigência de CPF regular para auxílio emergencial


Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil

O Tribunal Regional Federal da 1ª Região suspendeu a exigência de CPF regular para receber o auxílio emergencial de R$600, do governo federal. A decisão tem caráter liminar e foi concedida na noite dessa quarta-feira (15). O juiz Ilan Presser determinou o prazo de 48 horas para que a Caixa Econômica Federal e a Receita Federal implantem a medida. A ação cautelar foi ajuizada pelo governo do Pará.

Na decisão, o juiz explica que o auxílio foi criado para proteger pessoas em situação de vulnerabilidade, por isso não se justifica a exigência do CPF. “Manter a referida exigência tem a potencialidade de produzir externalidades negativas perversas nos estratos sociais mais vulneráveis, que não têm o CPF em situação regular”, escreveu em sua decisão. Além disso, o juiz explica que a exigência vai contra as medidas sanitárias que estão em vigor, visto que as pessoas vão se aglomerar em postos para garantir a regularização do documento.

Petrobras reduz novamente preços da gasolina e do diesel em refinarias


Foto Agência Brasil

A Petrobras anunciou, nesta terça-feira (14), uma nova redução nos preços médios dos combustíveis vendidos nas refinarias. A gasolina ficará 8% mais barata e o diesel terá queda de 6%. No acumulado do ano, o preço da gasolina já caiu 48,2% e o do diesel (tipos S10 e S500) caiu 35,4%.

Os preços valem a partir desta quarta-feira (15) e são referentes ao valor vendido pelas refinarias para as distribuidoras. O valor final ao motorista dependerá do mercado, já que cada posto tem sua própria política de preços, sobre os quais incidem impostos, custos operacionais e de mão de obra.

Segundo levantamento da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), o preço médio para a gasolina nos postos do país, entre 29 de março e 4 de abril, era de R$ 4,298. O valor do diesel, era de R$ 3,437. O do etanol, de R$ 3,039.

Caixa começa a pagar hoje Auxílio Emergencial a 9,4 milhões de pessoas


Foto: Reprodução

Cerca de 9,4 milhões de pessoas recebem a partir desta terça-feira (14) a primeira parcela do auxílio emergencial de R$ 600 anunciado pelo governo para trabalhadores informais. A expectativa da Caixa é pagar cerca de R$ 4,7 bilhões até o final da semana para beneficiários do Bolsa Família e inscritos no Cadastro Único.

Até segunda-feira, a Caixa já havia liberado mais de R$ 1,5 bilhão para mais de 2,5 milhões de beneficiários. Os primeiros a receber, já na última quinta-feira (9), foram aqueles que estão no Cadastro Único do governo federal, mas não recebem Bolsa Família, e que têm conta no Banco do Brasil ou poupança na Caixa.

Os trabalhadores inscritos no Cadastro Único até 20 de março último, que não recebem Bolsa Família e que se enquadram nos critérios para o recebimento do Auxílio Emergencial vão receber os recursos em conta no Banco do Brasil ou na Poupança Digital da Caixa. Nesse grupo também estão as mulheres que são chefes de família, que poderão ter direito a R$ 1,2 mil.

Auxílio Emergencial: CPF pode ser obtido nas agências dos Correios


Foto: Reprodução

Os brasileiros que ainda não estão inscritos no Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) podem obter o documento em uma agência dos Correios. No local, também podem ser realizadas a regularização cadastral e a alteração de dados como data de nascimento, número do título eleitoral, endereço, nome da mãe e gênero. Para pedir a inscrição no cadastro, é preciso levar documento de identificação a uma agência dos Correios e pagar uma taxa de R$ 7. O número do documento sai na hora.

O número do CPF é obrigatório para os trabalhadores sem carteira assinada que quiserem se inscrever para receber o auxílio emergencial do governo federal, no valor de R$ 600. É com um CPF ativo que a pessoa é identificada na Receita Federal. Não é obrigatório portar o cartão. Apenas com o número do cadastro, é possível fazer operações financeiras, como abertura de contas em bancos. Segundo os Correios, em 2019, foram feitas 4,5 milhões de inscrições no cadastro. A maior procura foi registrada nos estados de São Paulo, Bahia, Minas Gerais e Pará.

Em novo pronunciamento, Bolsonaro defende uso da cloroquina e pede volta aos trabalhos


Foto: Reprodução

O presidente Jair Bolsonaro, em pronunciamento em rede nacional de rádio e televisão, na noite desta quarta-feira (8) disse que tem orientado a equipe ministerial, desde o começo da crise causada pelo novo coronavírus, para tratar do “emprego e vírus juntos”.

O presidente defendeu o uso da hidroxicloroquina – medicamento em estudo para uso contra a covid-19 – como saída para a doença e reforçou que fez a indicação do remédio “há 40 dias”, a partir do início da pandemia. Bolsonaro elogiou as declarações do médico cardiologista Roberto Kalil pelas declarações a favor do uso do medicamento em certos casos.

Durante a sua fala, Bolsonaro voltou a falar das medidas de quarentena defendidas não só pelo ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, mas também por prefeitos e governadores. “Os mais pobres não podem deixar de se locomover para buscar o pão de cada dia”, disse. Segundo Bolsonaro, “muitas medidas de governadores e prefeitos são de responsabilidade dos mesmos (sic)”. “O governo federal não foi consultado sobre amplitude e duração (das medidas)”, disse.

Giro no Brasil: Prefeito renuncia após repercussão negativa de reabertura do comércio


O prefeito de Varginha, no sul de Minas, renunciou ao mandato nesta segunda-feira (6). Antônio Silva (PTB) deixou o cargo um dia após revogar o decreto que permitia a reabertura de parte comércio na cidade. A autorização para o retorno das atividades foi alvo de questionamentos por parte de instituições como Ministério Público, Associação Médica, comissão de enfrentamento à Covid-19, Conselho Municipal de Saúde e a Superintendência Regional de Saúde. Na carta de renúncia, entregue à Câmara dos Vereadores, o chefe do executivo municipal alegou razões de foro íntimo para sua saída. “Não sou prefeito, apenas estou prefeito, mas, nas atuais circunstâncias e por razões de foro íntimo, reconheço não ter condições de continuar administrando a Prefeitura. (…). Relembrando as palavras do Apóstolo Paulo, posso afirmar que ‘combati o bom combate’, terminei a carreira, guardei a fé, e encerro a minha missão com a consciência do dever cumprido”, diz o comunicado.

Receita adia prazo de entrega da declaração do Imposto de Renda


Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil

O secretário da Receita Federal, José Tostes Neto, anunciou nesta quarta-feira (1º) a prorrogação do prazo de entrega da declaração do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF) por 60 dias. Com a medida, o prazo para a entrega da declaração passa de 30 de abril para 30 de junho. A mudança leva em consideração o isolamento social por conta da pandemia do novo coronavírus. Tostes Neto já havia declarado que uma alteração no prazo para o envio das declarações seria avaliada.

Líder dos caminhoneiros diz que categoria vai parar se governos seguirem com quarentena


Foto: Reprodução

Um dos líderes da greve dos caminhoneiros de 2018, Wallace Landim, declarou que a categoria deve fazer uma nova paralisação se os governadores não recuarem nas medidas restritivas contra o novo coronavírus. Eles protestam principalmente pela falta de postos de gasolina e restaurantes abertos na estrada, já que muitos desses estabelecimentos foram fechados por decretos estaduais.

“Se não voltarem atrás e não sair liminar na Justiça, a categoria provavelmente vai parar. Vai paralisar naturalmente, por não ter como trabalhar, e parar em protesto”, ressaltou Landim. A associação entrou com uma ação na Justiça contra a quarentena.

De acordo com a publicação, Chorão, como o líder é mais conhecido, acusa o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), de querer lucrar em eleições futuras. Por outro lado, ele diz que a relação com o ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, é boa. Segundo o líder, eles conversam diariamente e o governo tem dado suporte ao que a categoria precisa. “O problema está com os governadores”, resumiu.

Projeto que prevê R$ 600 mensais a trabalhadores informais é aprovado e segue para sanção presidencial


Foto: Reprodução

O Senado aprovou nesta segunda-feira (30) em sessão virtual, por 79 votos votos a zero, o projeto que prevê o repasse de R$ 600 mensais a trabalhadores informais. A aprovação foi motivada pela pandemia do novo coronavírus, e o texto prevê o pagamento por três meses. A proposta foi aprovada pela Câmara dos Deputados na semana passada segue para a sanção do presidente Jair Bolsonaro. Segundo o projeto, o pagamento do auxílio será limitado a duas pessoas da mesma família.

O projeto do governo previa R$ 200 por mês. No Congresso, os parlamentares aumentaram o valor para R$ 600. Pelo texto, a trabalhadora informal que for mãe e chefe de família terá direito a duas cotas, ou seja, receberá R$ 1,2 mil por mês, durante três meses. A proposta estabelece uma série de requisitos para que o autônomo tenha direito ao auxílio, apelidado por alguns parlamentares de “coronavoucher”.

Segundo o projeto, o trabalhador precisa ter mais de 18 anos, cumprir critérios de renda familiar e não pode receber benefícios previdenciários, seguro desemprego nem participar de programas de transferência de renda do governo federal, com exceção do Bolsa Família. De acordo com a Instituição Fiscal Independente (IFI), ligada ao Senado, o auxílio emergencial, nos três meses de pagamento, representará cerca de R$ 59,8 bilhões. A IFI aponta que 30,8 milhões de trabalhadores informais poderão ser beneficiados. (mais…)

Justiça suspende atividades religiosas e lotéricas como serviços essenciais


Foto: Divulgação

A Justiça Federal no Rio de Janeiro suspendeu os efeitos do decreto do presidente Jair Bolsonaro definindo como serviço público essencial atividades religiosas e o funcionamento de casas lotéricas. A decisão desta sexta-feira (27) é da 1ª Vara Federal de Duque de Caxias. A determinação atende a pedido do Ministério Público Federal para que as atividades religiosas e o funcionamento de lotéricas fossem suspensos enquanto durar o período de isolamento social para conter a disseminação do novo coronavírus.

“O acesso a igrejas, templos religiosos e lotéricas estimula a aglomeração e circulação de pessoas”, escreveu o juiz federal substituto Márcio Santoro Rocha. Na determinação, o magistrado também ordena que a União “se abstenha de editar novos decretos que tratem de atividades e serviços essenciais sem observar a Lei 7.783/1989 e as recomendações técnicas e científicas dispostas no art. 3º, § 1º da Lei 13.979/2020 sob pena de multa de R$ 100 mil”.

Bolsonaro inclui casas lotéricas e atividades religiosas em listas de serviços essenciais


O presidente Jair Bolsonaro editou um decreto que torna as atividades religiosas parte da lista de atividades e serviços considerados essenciais em meio ao combate ao novo coronavírus. Ao ser considerado essencial, o serviço ou atividade fica autorizado a funcionar mesmo durante restrição ou quarentena em razão do vírus. Segundo o texto, no entanto, o funcionamento deverá obedecer as determinações do Ministério da Saúde. O decreto foi publicado no Diário Oficial da União desta quinta-feira (26) e tem validade imediata, sem a necessidade de aprovação pelo Congresso, por se tratar de um decreto.

O funcionamento de atividades religiosas vinha sendo limitado com as medidas de combate ao coronavírus tomadas pelas autoridades dos estados como forma de evitar aglomerações e reduzir as possibilidades de contágio do vírus. Nas maiores cidades do país, São Paulo e Rio de Janeiro, cultos religiosos foram autorizados a ocorrer somente após decisões judiciais, mas os processos ainda estão em andamento. A Confederação Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) informou à TV Globo na manhã desta quinta-feira que a tendência é que as igrejas continuem abertas, de modo que fieis possam entrar, mas sem a realização de missas.

O decreto desta quinta-feira também torna essenciais, entre outros, os seguintes serviços:

  • lotérica, conforme Bolsonaro havia anunciado na noite desta quarta-feira (25) nas redes sociais
  • geração e transmissão de energia
  • produção de petróleo
  • atividades de pesquisa científica e laboratoriais
  • atividades médico-periciais

Ministério da Saúde autoriza tratamento com cloroquina para casos graves de coronavírus


Anuncio foi feito pelo ministro da Saúde.

O Ministério da Saúde anunciou um tratamento para pacientes em estado grave. A cloroquina, utilizada no país no tratamento da malária, poderá ser aplicada nos hospitais durante cinco dias, conforme decisão médica. A rede de saúde do país deve receber 3,4 milhões de unidades do medicamento. No entanto, o uso é restrito aos hospitais. Trata-se de uma alternativa terapêutica, de cinco dias, apenas a pacientes em estado grave. O Ministério ressaltou a experiência de décadas do Brasil com a produção e aplicação do medicamento.

O Ministério da Saúde frisou para a importância do protocolo. Desta forma, recomendou que as pessoas não busquem o medicamento na farmácia. Caso não haja os sintomas de malária ou de outras doenças combatidas pela cloroquina, como lúpus e artrite, os efeitos colaterais podem ser graves, alertou o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta.

Em pronunciamento, Bolsonaro critica fechamento de escolas, ataca governadores e culpa mídia


Foto: Reprodução

Em seu terceiro pronunciamento em rádio e televisão sobre a crise do novo coronavírus, o presidente Jair Bolsonaro criticou nesta terça (24) o fechamento de escolas para combater a epidemia, atacou governadores e culpou a imprensa pelo que considera clima de histeria instalado no país. ​O presidente afirmou que desde o início da crise o governo se preocupou em conter o “pânico e a histeria” e emendou com ataques à mídia.

“Grande parte dos meios de comunicação foram na contramão. Espalharam a sensação de pavor, tendo como carro-chefe o grande número e vítimas na Itália”, declarou Bolsonaro, para argumentar que o país europeu tem características distintas das do Brasil. “O cenário perfeito potencializado pela mídia para que histeria se espalhasse para o país”, complementou.

O presidente disse também que “nossa vida tem que continuar” e os empregos precisam “ser mantidos”. “O sustento das famílias deve ser preservado. Devemos, sim, voltar à normalidade”, afirmou. Bolsonaro ainda voltou a comparar a Covid-19 a uma “gripezinha” ou “resfriadinho”. As declarações de Bolsonaro ocorrem em meio a diversas ações de governos estaduais para restringir a movimentação de pessoas, sob o argumento de que a redução de contato social é necessária para conter a transmissão do vírus. (mais…)

Aneel suspende corte de energia por inadimplência por 90 dias


Foto: Redes Sociais

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou nesta terça-feira (24) um pacote de medidas especiais em resposta à pandemia de coronavírus, incluindo a suspensão por 90 dias de cortes do serviço de eletricidade por inadimplência para consumidores residenciais e serviços essenciais.

As medidas, aprovadas em reunião extraordinária de diretoria do regulador realizada por meio de videoconferência, incluem também a flexibilização pelo mesmo prazo de algumas obrigações das distribuidoras de energia, como de atendimento presencial a clientes e entrega de faturas a domicílio.

O diretor-geral da agência, André Pepitone, disse que ainda haverá uma avaliação à parte, em discussão junto ao governo, de medidas adicionais em benefício de consumidores de baixa renda. “Nos foi demandado que se avaliasse a possibilidade de haver um suporte maior ao (consumidor de) baixa renda, e isso vai ser tratado nos canais de governo, com o Ministério de Minas e Energia e da Economia, com coordenação da Casa Civil”, afirmou. *As informações são da Agência Brasil de Notícias

Brasil tem 4 mortes e mais de 500 infectados com o coronavírus


Foto Divulgação

As secretarias estaduais de Saúde divulgaram, até 21h20 desta quarta-feira (18), 529 casos confirmados de novo coronavírus (Sars-Cov-2) no Brasil em 20 estados e no Distrito Federal. Em São Paulo, foi registrada a 4ª morte pelo coronavírus no Brasil, confirmada nesta quarta pelo governo estadual. Paraíba registrou o primeiro caso confirmado de infecção pelo vírus e, na região Norte, o Pará registrou um caso confirmado pela primeira vez.

Censo é adiado para 2021 por avanço do coronavírus


O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) informou nesta terça-feira (17) que a realização do Censo Demográfico foi adiada para 2021 diante do avanço do surto coronavírus no país. A coleta de dados estava programada para neste ano. Segundo o IBGE, o próximo Censo terá como data de referência 31 de julho de 2021. A coleta será realizada entre 1º de agosto e 31 de outubro de 2021. O concurso com 208 mil vagas destinado para a realização do levantamento foi suspenso. Os candidatos que já fizeram o pagamento da inscrição serão reembolsados.

Presídios de São Paulo têm fugas e rebeliões após suspensão de saída temporária


Foto: Divulgação

Cerca de 400 detentos fugiram de uma unidade prisional em Mongaguá, na Baixada Santista, nesta segunda-feira (16). Houve ainda rebeliões em mais três presídios do interior de São Paulo: Tremembé, Mirandópolis e Porto Feliz. As ações dos detentos ocorreram após a Corregedoria-Geral da Justiça suspender a saída temporária dos presos em regime semiaberto. A saída estava prevista para ocorrer nesta terça (17). A suspensão foi definida devido ao temor de que os presos retornassem às prisões com coronavírus e transmitissem a doença aos demais detentos.

Em nota emitida no final da noite de segunda, a Secretaria de Administração Penitenciária (SAP) informou que a situação estava “controlada nos Centros de Progressão Penitenciária de Mongaguá, Tremembé e Porto Feliz, além da ala de semiaberto da Penitenciária II de Mirandópolis, onde houve evasão de presos e ato de insubordinação”. “O Grupo de Intervenção Rápida controlou a situação nos presídios de forma imediata”, diz o comunicado. A nota informa ainda que “até as 22h30, 174 presos foram recapturados pela Polícia Militar com apoio de agentes de segurança penitenciária. A SAP realiza a contagem para determinar o número exato de fugitivos”.

Petrobras reduz preço da gasolina em 9,5% e do diesel em 6,5%


Foto: Adneison Severiano/G1

A crise econômica mundial causada pela pandemia do novo coronavírus e a disputa entre Rússia e Arábia Saudita sobre o nível de produção do petróleo fizeram baixar o preço dos combustíveis nas refinarias da Petrobras. Segundo a estatal, a gasolina teve redução de 9,5% e o diesel, de 6,5%. A informação foi divulgada nesta quinta-feira (12).

Os novos preços estarão em vigor a partir desta sexta-feira (13) nas vendas às distribuidoras, mas os valores finais aos motoristas dependerão de cada posto, que acrescem impostos, taxas e custos com mão de obra. Além disso, o mercado brasileiro é baseado na livre concorrência, fazendo com que cada empresa cobre o que achar melhor, segundo explica a Petrobras.

Medida Provisória deve liberar R$ 5 bi para combater o coronavírus no Brasil


Foto: Reprodução

O líder do governo no Congresso Nacional, senador Eduardo Gomes (MDB-TO), afirmou nesta quarta-feira (11) que o governo deve editar uma medida provisória (MP) para liberar cerca de R$ 5 bilhões para o combate ao coronavírus no país.

Gomes deu a declaração após participar de uma reunião entre parlamentares e os ministros Paulo Guedes (Economia) e Luiz Henrique Mandetta (Saúde). Os presidentes do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), e da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), também participaram.

Medidas provisórias são editadas pelo presidente da República e têm força de lei assim que publicadas no “Diário Oficial da União”. Precisam, contudo, ser aprovadas pelo Congresso em até 120 dias para virar leis em definitivo. Segundo o Ministério da Saúde, 53 casos de coronavírus já foram confirmados no país, e outros 907 são considerados suspeitos.

Ministério da Saúde vai chamar 5 mil médicos contra o coronavírus


O Ministério da Saúde irá lançar, previsto ainda para esta semana, um chamamento para cerca de 5 mil profissionais pelo programa Mais Médicos para reforçar a capacidade de assistência em saúde durante a emergência do coronavírus. Capitais e grandes centros urbanos voltam a participar do programa, que até então vinha priorizando somente municípios de maior vulnerabilidade. A medida é em razão de serem locais com maior concentração de pessoas, o que ajuda a ampliar a circulação do coronavírus.

O anúncio foi feito nesta segunda-feira (9), em Brasília, durante coletiva de imprensa para atualização da situação do coronavírus no país. As inscrições estão previstas para a próxima semana e a expectativa é que os profissionais comecem a atuar em cerca de três semanas. Para o secretário-executivo do Ministério da Saúde, João Gabbardo, a medida vai fortalecer o atendimento nos postos de saúde evitando buscas desnecessárias aos hospitais.

“A reposição de profissionais do Mais Médicos visa reforçar o atendimento nos postos de saúde, evitando a superlotação de hospitais e Unidade de Pronto Atendimento (UPAs) em um cenário de grande circulação do coronavírus no país. Os profissionais que aderirem ao programa, pelo novo edital, farão atendimento geral à população junto às equipes de Saúde da Família, principal porta de entrada do SUS”, informou o secretário-executivo, João Gabbardo, destacando que estão incluídos todos os atendimentos que fazem parte da Atenção Primária à Saúde, desde as consultas de rotina até os casos de pacientes com sintomas respiratórios.

O novo edital não altera o cronograma estabelecido anteriormente para o programa Médicos pelo Brasil, sancionado em dezembro de 2019. Neste momento, a pasta utiliza a estrutura do programa Mais Médicos para ampliar o atendimento à população em uma situação emergencial pela circulação do coronavírus no país. Atualmente, a pasta trabalha na organização e estrutura necessárias para a criação da Agência para o Desenvolvimento da Atenção Primária à Saúde (Adaps), que será responsável pela seleção e contratação dos profissionais que atuarão no programa Médicos pelo Brasil. (mais…)

Justiça do Paraguai determina manutenção da prisão de Ronaldinho Gaúcho e irmão


Foto: Jorge Saenz/AP

A Justiça do Paraguai determinou neste sábado (6) a manutenção da prisão do ex-jogador Ronaldinho Gaúcho e seu irmão Roberto de Assis no caso que trata de uso de passaportes falsos para entrar no país.

O Globoesporte.com informou que o promotor Oscar Legal pediu a manutenção da prisão preventiva dos brasileiros, alegando “risco de fuga e que o Brasil não extradita seus cidadãos”. Na tentativa de transformar o caso em prisão domiciliar, a defesa alegou que Assis tem um problema no coração e que precisa de cuidados médicos. Os dois prestaram depoimento mais cedo e passaram a noite anterior em uma prisão em Assunção. Ronaldinho chegou algemado à audiência, mas com as mãos cobertas.

Ronaldinho e Assis, também ex-jogador de futebol, são investigados por suspeita de uso de documentos de identificação paraguaios falsos. O caso ocorreu na quarta-feira (4). Em entrevista ao G1 neste sábado, o advogado de Ronaldinho afirmou que a Justiça do Paraguai cometeu abuso de autoridade ao algemar o ex-atacante.

Nordeste fica só com 3% das novas concessões do Bolsa Família


O governo Jair Bolsonaro priorizou Sul e Sudeste na concessão de novos benefícios do Bolsa Família em janeiro, em detrimento da Região Nordeste, que concentra 36,8% das famílias em situação de pobreza ou extrema pobreza na fila de espera do programa. Pelos dados fornecidos pelo Ministério da Cidadania ao Congresso e obtidos pelo Estadão/Broadcast, o Nordeste recebeu 3% dos novos benefícios enquanto Sul e Sudeste responderam por 75% das novas concessões.

Para se ter uma ideia, o número de novos benefícios concedidos em Santa Catarina, que tem população oito vezes menor que o Nordeste e é governada por Carlos Moisés (PSL), foi o dobro do repassado à região nordestina inteira, cujos governadores são da oposição. As informações foram comparadas com os dados oficiais disponíveis na internet. A série histórica mostra que houve um pico de novas concessões do Bolsa Família em janeiro que se refletiu em todas as regiões, exceto o Nordeste.

Nas eleições de 2018, a Região Nordeste foi a única que votou majoritariamente no candidato do PT, Fernando Haddad. No segundo turno, o petista teve 69,7% dos votos válidos, ante 30,3% de Bolsonaro. Nas demais regiões, o atual presidente foi o vencedor. No Sul, conseguiu a maior vantagem: 68,3% ante 31,7% de Haddad.

Número de mortos em naufrágio no Amapá chega a 29


Foto: Reprodução

Com a localização de mais quatro corpos, chegou a 29 o número de mortos no naufrágio do barco de passageiros Anna Karoline 3. A informação é da Marinha do Brasil. Ao menos quatro pessoas continuam desaparecidas. O acidente ocorreu na madrugada do sábado (29), em trecho do rio Amazonas perto de Laranjal do Jari (AP).

Até a publicação desta reportagem, 49 pessoas haviam sido resgatadas com vida. As buscas continuam nesta sexta-feira (6). Participam homens da Marinha e bombeiros do Amapá e do Pará. Para atender aos sobreviventes e parentes dos mortos, a Prefeitura de Macapá decretou situação de emergência.

Segundo a Marinha do Brasil, uma aeronave já fez o translado de 20 corpos da cidade de Gurupá (PA) para Macapá (AP). O barco partiu na sexta-feira (28) de um porto próximo a Macapá (AP) rumo a Santarém (PA) e naufragou por volta das 5h do dia seguinte. Segundo o capitão da embarcação e passageiros, ventava e chovia forte no momento do acidente.

Colombiano que viajou à Europa é o terceiro caso do novo coronavírus no Brasil


Foto: Reprodução

Ministério da Saúde e as secretarias de saúde de São Paulo (estadual e municipal) confirma o terceiro caso importado do novo coronavírus no Brasil. Trata-se de um homem colombiano, de 46 anos, que mora em São Paulo. Em fevereiro, o paciente visitou a Espanha, Itália, Áustria, e Alemanha.

Também está em investigação outro possível caso de coronavírus na capital paulista. Exames de contraprova estão sendo realizados para confirmar a amostra do possível caso. Trata-se de uma adolescente, de 13 anos, moradora de São Paulo. A paciente esteve recentemente em Portugal e Itália.

Sobe para 21 o número de mortos na Baixada Santista; 28 pessoas ainda estão desaparecidas


Foto: Werther Santana/Estadão Conteúdo

Subiu para 21 o número de mortos após deslizamentos provocados pelo temporal que atingiu a região da Baixada Santista, no litoral de São Paulo. A forte chuva começou na noite de segunda-feira (2) e se seguiu até a madrugada de terça-feira (3). Dentre os mortos, estão dois bombeiros que trabalhavam nas buscas em Guarujá. De acordo com o Corpo de Bombeiros, ainda há 28 pessoas desaparecidas, e as buscas foram retomadas na manhã desta quarta-feira (4) em Santos, São Vicente e Guarujá.
A tempestade causou alagamentos em vias públicas, afetou serviços (transporte, educação, fornecimento de água, energia elétrica e telefonia) e fez rodovias serem bloqueadas. De acordo com a Defesa Civil do Estado, até o começo da manhã desta quarta-feira, havia 155 desabrigados em Guarujá, seis em São Vicente e 37 em Santos.Também há 11 desalojados em São Vicente. Em Peruíbe, 65 pessoas deixaram temporariamente suas casas e foram recebidas no Centro Comunitário do Caraminguava.

Chuva forte causa 10 mortes na Baixada Santista


Foto: Solange Freitas/G1

Dez pessoas morreram na madrugada desta terça-feira (3) na Baixada Santista por conta das chuvas que atingem a região. Segundo a Defesa Civil do Estado, são três mortes em São Vicente, seis em Guarujá, uma em Santos. Por enquanto, não há desaparecidos. Além das mortes, a região também registrou diferentes pontos de deslizamento de terra e alagamentos.

O governador João Doria fez uma postagem nas redes sociais sobre as chuvas na Baixada Santista. “Minha solidariedade aos moradores da Baixada Santista que sofrem com as fortes chuvas desde ontem. Lamentavelmente, até o momento, há 9 mortos confirmados. Temos 1 herói do Corpo de Bombeiros entre as vítimas. A Defesa Civil, Bombeiros e PM estão dando suporte às prefeituras”.

INSS prevê liberar benefícios em até 25 dias a partir de outubro


Foto: Divulgação

A contratação temporária de servidores civis aposentados e militares da reserva ajudará o INSS a reduzir o tempo médio de espera para a análise de pedidos de benefícios dos atuais 80 dias para algo entre 20 e 25 dias, afirmou nesta segunda (2) o presidente do INSS, Leonardo Rolim. Nesta segunda, o governo de Jair Bolsonaro publicou a medida provisória que autoriza contratações temporárias para órgãos federais em situações emergenciais e de calamidade pública.

A Secretaria de Previdência prevê a publicação dos editais de convocação dos temporários até 20 de março e, após a realização do processo seletivo simplificado, que o novos contratados comecem a atuar ainda na primeira quinzena de abril. Para os servidores civis aposentados, haverá duas formas de remuneração: por produtividade ou por meio de salário mensal fixo.

Naufrágio no Amapá deixa ao menos 13 mortos


Embarcação transportava entre 60 e 70 pessoas.

Ao menos treze pessoas morreram após o naufrágio de um navio no Sul do Amapá, informou governo do Estado na noite de domingo (1°). Outras 46 pessoas foram resgatadas e as buscas seguem em andamento – a embarcação tinha de 60 a 70 pessoas.

Inicialmente, o Corpo de Bombeiros havia informado que havia 16 desaparecidos. Mas, neste domingo, o comandante da corporação, coronel Janary Picanço, disse que não há um número oficial, pois a embarcação não tem uma lista de passageiros para orientar as buscas da corporação.

O naufrágio do Anna Karoline 33 ocorreu na madrugada de sábado (29), próximo à Ilha de Aruãs e à Reserva Extrativista Rio Cajari, no Rio Jari. A região fica a 130 km de Macapá, em uma região de difícil acesso e comunicação – o chamado de socorro foi às 5h, e o helicóptero de resgate do governo do estado só chegou ao local por volta das 14h. Leia mais…