Mostrando postagens com marcador Intermunicipal. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Intermunicipal. Mostrar todas as postagens

Saiba os resultados das quartas de final do Intermunicipal

domingo, novembro 11, 2018
Nos jogos de ida das quartas de final do 61º Campeonato Intermunicipal de Futebol, realizados neste domingo (11), as seleções de Euclides da Cunha e Santo Amaro conquistaram vantagem para as partidas decisivas do próximo dia 18 de novembro. As partidas Itambé x Itapetinga e Santo Antônio de Jesus x Itamaraju terminaram empatadas.

Euclides da Cunha e Ubaitaba
Líder na classificação geral, com 35 pontos, Euclides da Cunha voltou a mostrar sua força e venceu Ubaitaba por 2 a 0, no Estádio Municipal Felipe Miranda. Ubaitaba precisará vencer por dois gols de diferença para levar a decisão da vaga aos tiros livres da marca do pênalti ou por três para assegurar a vaga no tempo normal. 

Santo Amaro Cachoeira
Com um gol de cabeça do artilheiro Marcelo, aos 41 minutos do segundo tempo, após cobrança de falta, Santo Amaro derrotou Cachoeira por 1 a 0, fazendo a festa de sua torcida, que lotou o Estádio Municipal. Na partida de volta, em Cachoeira, a seleção de Maro Maro joga pelo empate para classificar-se às semifinais.

Para garantir a vaga, Cachoeira terá que vencer Santo Amaro por dois gols de de diferença. Se ganhar por um, a decisão da vaga será por meio dos tiros livres da marca do pênalti.

Itambé e Itapetinga
No Estádio Osório Ferraz, um jogão de bola entre Itambé e Itapetinga, que terminou empatado por 1 a 1. Os visitantes abriram o placar com Felipinho, em uma perfeita cobrança de falta. Mas os donos da casa não se entregaram e foram buscar a igualdade num gol de pênalti convertido por Edson. Quem vencer o próximo confronto, no Estádio Primaverão, se classifica às semifinais. Novo empate leva a decisão da vaga para os tiros livres da marca do pênalti.

Santo Antônio de Jesus e Itamaraju
Na cidade de Laje, no Estádio Municipal Ruy José de Almeida, com transmissão da TV FBF, empate por 0 a 0 entre Santo Antônio de Jesus e Itamaraju, que teve o goleiro Geovane expulso após cometer falta fora da área. O vencedor do jogo de volta em Itamaraju garante a vaga nas semifinais. Se ocorrer outro empate, a classificação será definida nos tiros livres da marca do pênalti.

*Com informações do site FBF

Ipiauenses que ainda atuam no Intermunicipal estão otimistas com a conquista do campeonato

quinta-feira, novembro 08, 2018
Albérico e Robinho atuam pelas seleções de Euclides da Cunha e Itamaraju, respectivamente.
As quartas de final do Campeonato Intermunicipal de Futebol terão os jogos de ida realizados no próximo domingo, 11. A competição está afunilada e agora restam apenas oito equipes na disputa do título. Os ipiauenses Robinho e Albérico estão com a expectativa positiva lá no alto para prosseguirem sonhando com a conquista do certame pelas seleções de Itamaraju e Euclides da Cunha, respectivamente. 

O camisa 10 da bicampeã Itamaraju vem sendo um dos grandes destaques com cinco gols marcados. "Estamos tendo uma semana boa de treinos e estamos confiantes no resultado positivo", disse Robinho. Itamaraju tem a segunda melhor campanha do Intermunicipal, e visitará a Seleção de Santo Antônio de Jesus. 

Já o lateral Albérico, reserva de luxo do técnico Zé Carijé, falou sobre o confronto contra a Seleção de Ubaitaba. "Esperamos fazer um bom jogo. Amanhã treinamos na parte da manhã e em seguida vamos viajar para a partida", disse. 

Euclides da Cunha é dona da melhor campanha do Intermunicipal até o momento e tem o artilheiro do Campeonato. O atacante Pim já marcou 15 gols e continua sendo o maior artilheiro da história da maior competição amadora do Brasil. Os outros confrontos são Santo Amaro x Cachoeira e Itambé x Itapetinga. (Giro/Romário Henderson)

Técnico da Seleção de Ubaitaba afirma que objetivo é ser campeão

sábado, novembro 03, 2018
A Seleção de Ubaitaba vem fazendo uma ótima campanha no Campeonato Intermunicipal de Futebol. A equipe está há um empate para chegar às quartas de final. Em entrevista ao GIRO, o técnico Jorginho Cascavel comentou o segredo do bom desempenho. "O segredo é um trabalho profissional, onde conseguimos contratar bons jogadores, dentro das posições, onde todos estão focados em chegar à final do campeonato e ser campeão. Esse é o objetivo do grupo", disse. 

No jogo de ida das oitavas de final, Ubaitaba venceu Eunápolis por 2 a 1 em casa no estádio Felipe Miranda. Para Jorginho, a vantagem é importante, mas será preciso neutralizar o adversário no jogo da volta. "Precisávamos fazer um bom resultado em casa, conseguimos vencer por 2 a 1, isso obrigará Eunápolis a sair pro jogo na volta, por isso precisaremos neutralizar o time deles, que é muito forte, mas nossa equipe está preparada, já temos um plano de jogo montado pra voltar com a classificação. Respeitamos o time de Eunápolis, mas vamos em busca da classificação", frisou Jorginho. 

A última vez que Ubaitaba fez uma campanha sublime foi em 2013, quando terminou na terceira posição. O técnico ubaitabense garante que esse time pode ir além. "Nosso objetivo é chegar à final do Intermunicipal. Estamos fazendo um trabalho muito forte, estamos todos envolvidos, comissão técnica, diretoria, a prefeitura, e vamos fazer o possível para superar Eunápolis e continuar firme no Intermunicipal, para ao final de 2018 Ubaitaba ser a grande campeã", concluiu.

Jorginho foi jogador de futebol, atuando no amador e também no profissional. Atuou em campeonatos locais em Ipiaú e como treinador já comandou as seleções de Mutuípe, Itiruçu, Maracás, Jitaúna, Ibirataia e agora Ubaitaba. Os jogos da volta das oitavas de final do Intermunicipal serão disputados neste domingo, 04, às 15h. (Giro/Romário Henderson)

Opinião: A desorganização e o descrédito eliminaram a Seleção de Ipiaú

segunda-feira, outubro 01, 2018
*Por José Américo Castro*

Ao perder para a Seleção de Cachoeira por 1 X 0, gol de pênalti cobrado pelo zagueiro George, a  Seleção de Ipiaú deu adeus ao Campeonato Intermunicipal 2018. Diante das condições adversas que sofreu ao longo da competição foi  até onde não se esperava. O elenco caiu com bravura nos dois jogos do mata mata, na segunda fase. Honrou sua tradição diante de um adversário poderoso, que apesar de todas as vantagens soube lhe respeitar. Foi dentro de Cachoeira que Ipiaú conquistou  o seu primeiro titulo no Intermunicipal.

A campanha da Seleção de Ipiaú no Intermunicipal 2018 esteve marcada por tropeços e imprevistos. Ganhou apenas dois jogos, ambos dentro de casa, sofreu quatro derrotas e obteve dois empates.

Apesar de uma defesa sólida, tendo como destaque o zagueiro Relex, um dos melhores do futebol amador baiano, apresentou uma linha de frente sem objetividade e um meio de campo irregular. Sofreu oito gols e marcou seis. Apenas contra Ibirapitanga a equipe não perdeu fora de casa, mas também não ganhou. Ficou no empate de 0X 0. 

Desorganização, descrédito, perseguição, incompreensão, comprometeram a equipe no embaralhado das dificuldades. Foram três treinadores nesses oito jogos e poucas condições possibilitadas pela diretoria da Liga Desportiva Ipiaú (LDI) para que os atletas estivessem estimulados em campo. 

Eles não contaram com material esportivo suficiente, assistência médica adequada e outros requisitos importantes. Nem mesmo gelo para ser aplicado em eventuais contusões. Um atleta sofreu uma fratura durante o treino da última sexta-feira e pouca atenção recebeu por parte da diretoria ou comissão técnica.

Os dois goleiros (Rai e Gustavo Muqueca) ameaçaram desfalcar a equipe caso não lhes dessem um par de luvas. O pedido foi atendido por torcedores. Ambos deixaram de treinar na terça e quarta-feira dessa semana que antecedeu o confronto em Cachoeira. 

Faltando dois dias para esse jogo, onde esteve desfalcada de quatro titulares (Esquerdinha, Cebolinha, Grilo e Müller),  a diretoria da LDI providenciou a contratação do centro-avante Vitinho, de Vitória da Conquista. E este chegou para não dizer nada. Fez apenas um treino e não rendeu o que se esperava. Outro atacante vindo de fora, Balotelli, pouco contribuiu para o elenco. Passou a maior parte do tempo machucado.

Jovens atletas, com boa capacidade técnica, não foram prestigiados em detrimento de uma filosofia de valorizar o velho, ditos “rodados”, cujo pneus murchos pouco contribuíram para levar o carro adiante. A Seleção seguiu capenga  no pouco tempo que lhe deram nesta  edição do campeonato.

A quem diga que a Prefeitura foi demasiadamente exigente, intransigente, inflexível, na questão do repasse da verba de manutenção do time, mas a LDI foi extremamente desorganizada, complicada e morosa na prestação de contas, na apresentação de documentos, na negociação com o Poder Público e até com a Policia Militar.  Sem falar no pouco caso que deu  às  mínimas reivindicações dos atletas. 

Quem saiu perdendo foi a torcida ipiauense que tanto gosta do futebol e proporcionou boas rendas  no Estádio Pedro Caetano. (Giro/ José Américo Castro).

Ipiaú perde para Cachoeira e dá adeus ao Intermunicipal

domingo, setembro 30, 2018
Com um gol de pênalti, aos 41 minutos do primeiro tempo, a seleção de Ipiaú perdeu para a equipe de Cachoeira e deixa o intermunicipal. A primeira partida, realizada em Ipiaú, na semana passada, terminou em 0 a 0. O selecionado ipiauense viajou até Cachoeira com muitos desfalques. Apesar, disso, a seleção comandada pelo técnico Valdélio Sá mostrou garra e jogou bravamente. Destaque positivo, mais uma vez para o zagueiro Relax. Com a derrota, o sonho do tetracampeonato do Intermunicipal fica adiado mais uma vez. A partida mais uma vez foi transmitida pelo GIRO, em parceria com a Rádio Livre FM  e a CNA Net.

Para se classificar, Seleção de Ipiaú precisará fazer o que ainda não fez: vencer fora de casa

quarta-feira, setembro 26, 2018
A Seleção de Ipiaú continua sua preparação para o duelo decisivo contra a Seleção de Cachoeira, no próximo domingo, 30, no estádio 25 de Junho. A missão para chegar à 3ª fase não é das mais fáceis, visto que o selecionado ipiauense precisará vencer, fato que ainda não aconteceu nesta edição do Intermunicipal. Nas três partidas realizadas fora de casa na primeira fase, foram duas derrotas e um empate, sofreu quatro gols e marcou apenas um. Apenas contra Ibirapitanga a equipe não perdeu, nessa que foi sua atuação mais razoável longe de Ipiaú.
Uma das críticas que esse grupo recebeu foi justamente devido ao péssimo desempenho fora de casa, onde faltou consistência, postura de time vencedor, personalidade e inteligência para ganhar o jogo, como no confronto contra Ubaíra, quando vencia e tomou a virada repentinamente. O jogo de domingo não se pode permitir um time apático, pelo contrário, será necessária muita concentração, atitude de time grande e eficiência para voltar com a classificação.
É sabido que Cachoeira tem investimento alto, tem jogadores que podem desequilibrar, tem uma camisa pesada pelos oito títulos conquistados, mas não se deve respeitar demais o adversário, mas para isso os homens que forem escalados precisarão demonstrar muita personalidade, mesmo em terreno desconhecido, e quebrar o tabu de vitórias fora de casa. 

O técnico Valdélio não contará com três peças fundamentais: Esquerdinha, Cebolinha e Grilo, todos suspensos. As poucas opções à disposição têm que entrar e dar conta do recado, é hora de mostrar que embora até aqui sejam suplentes, dispõem de qualidade e potencial para arrumar uma vaga no time titular. 

Em caso de empate por qualquer placar, a decisão será nos pênaltis. Até vencendo nos pênaltis Ipiaú garante vaga, mas qualquer outro resultado decretará a eliminação da equipe, isso porque a possibilidade de ganhar uma vaga como biônica está completamente descartada pela baixíssima pontuação somada até aqui. (Giro/Romário Henderson)

Torcidas organizadas solicitam ônibus da prefeitura para apoiar seleção de Ipiaú em Cachoeira

quarta-feira, setembro 26, 2018
A torcida de Ipiaú há muitos anos está entre as melhores do Intermunicipal. No último jogo contra Cachoeira, os torcedores fizeram uma linda festa nas dependências do estádio Pedro Caetano empurrando com gritos de ordem os atletas da Seleção de Ipiaú, que movidos por toda essa energia positiva, fizeram uma partida muito equilibrada contra Cachoeira. 
Na manhã de terça-feira, 25, membros da TJI (Torcida Jovem de Ipiaú) e da TOI (Torcida Organizada de Ipiaú) protocolaram junto à prefeitura um ofício solicitando do poder público a liberação de um ônibus que possa conduzir os torcedores até a cidade de Cachoeira, para apoiar a Seleção de Ipiaú nessa partida tão decisiva. 

“A torcida organizada foi essencial no último jogo no estádio Pedro Caetano, onde Ipiaú obteve o resultado de empate de 0x0 contra Cachoeira. Esperamos muito contar com o apoio da prefeitura municipal”, disse Diego, membro da Torcida Jovem. O confronto contra a Seleção de Cachoeira é válido pela 8ª rodada do Intermunicipal. Para avançar, Ipiaú precisa vencer Cachoeira, pois a vaga como biônica está descartada em função da baixa pontuação somada. (Gir/Romário Henderson)

Garra do zagueiro Relex é destaque na seleção de Ipiaú

quarta-feira, setembro 26, 2018
Relex disputa o seu 17º Intermunicipal (Foto: Miro da Kombi).
Quem assistiu ao jogo entre as seleções de Ipiaú e Cachoeira,  no último domingo, 23, no Estádio Pedro Caetano, ficou impressionado com a garra e categoria do zagueiro Relex no comando do sistema defensivo do time ipiauense. Sua presença foi observada em todo o campo de jogo e impediu os avanços do excelente ataque da equipe adversária. 

Desarmando, combatendo, surpreendendo, Relex mostrou em cada lance a supremacia de um futebol  viril e objetivo. Foi um verdadeiro monstro, no bom sentido. Encantou a torcida dos dois times, mostrou quem em sua posição pode ser considerado um dos melhores deste Campeonato Intermunicipal. 

Quem o acompanha há mais tempo, sabe que isso não é novidade. Ele sempre foi assim: um grande guerreiro. Impávido, tranquilo, com uma humildade do tamanho da sua determinação. Nos dias de jogo, Relex pinta o cabelo de loiro e vai à luta. É como se quisesse mostrar a marca de um bom combatente.  Relex ainda tem muito mais a mostrar. 

Extremamente responsável, está sempre treinando e atribui a isto o seu bom desempenho em cada jogo. Experiência não lhe falta, afinal são 17 intermunicipais disputados ao longo da sua trajetória de jogador de futebol. Começou em 2002 na Seleção de Jitaúna, cidade onde nasceu, e jogou em diversas outras seleções. Criou fama em Itagibá, foi campeão no ano de 2010, pela Seleção de Porto Seguro, e defendeu o escrete ipiauense nos campeonatos de 2003/2004, 2005 e 2017. Agora vem realizando o seu quinto Intermunicipal por Ipiaú. 

Alexandre dos Santos, o popular “Relex”, tem 34 anos, 1,75 m e 85 Kg bem distribuídos. Sua capacidade de liderança é incontestável no grupo. Relex sabe das limitações do elenco, mas acredita que a determinação dos mais novos, aliada à experiência dos maduros, pode resultar em gratas surpresas. “A união faz a força e a humildade sempre vence a vaidade.  Tem fé em Deus que Ipiaú vem de Cachoeira com a classificação”, concluiu o zagueirão. (GIRO/José Américo Castro).

Veja a análise e melhores lances do jogo entre Ipiaú e Cachoeira

segunda-feira, setembro 24, 2018
A Seleção de Ipiaú recebeu a boa Seleção de Cachoeira, na tarde de domingo, 23, no estádio municipal Pedro Caetano, e ficou no empate em 0 a 0.

Técnico Valdélio estreia com mudanças que funcionaram bem
O técnico Valdélio Sá assumiu a equipe e fez mudanças significativas no time titular. Promoveu as entradas de Aristeu, Ezequiel e Natan. Aristeu jogou ao lado de Rilex, Muller foi adiantado para a função de cabeça de área e Ezequiel preencheu bem o meio campo dando liberdade para Grilo sair pro jogo e se aproximar de Esquerdinha e Cebolinha, os meias, e de Rato, o centro avante escolhido para começar o jogo.

Digna de aplausos a disciplina tática de Ipiaú
Taticamente a nota de Ipiaú é 10, e aí tem o dedo do treinador e a boa execução dos atletas. Sem a bola o time todo ficava atrás da linha da bola, fechando bem os espaços, dificultando a infiltração da Seleção de Cachoeira. E quando tinha a bola, saía em contra-ataques e teve momentos de perigo com Rato e Cebolinha.

Cachoeira teve mais a bola, mas deu espaço e foi pouco efetivo no ataque
A Seleção de Cachoeira jogou no 3-5-2, passou a maior parte do tempo com a bola, mas não soube transformar a posse de bola em gol. Pitchaco foi o jogador que mais buscou o jogo, se movimentando bastante, se apresentando pra jogar, levou perigo no primeiro tempo em chute cruzado, mas o repertório de Cachoeira foi muito pobre pelo que apresentou na primeira fase.

Time e Torcida foram espetaculares
O time ipiauense está de parabéns pela postura. É bem verdade que a vitória não veio, mas a forma como a equipe se comportou foi plausível, parabéns o técnico Valdélio pelas mudanças, e parabéns também a torcida, que protagonizou uma linda festa. Sem dúvida, foi uma injeção de ânimo para o time em campo.

Importância do resultado
É claro que não nos conformamos com o resultado, pois o melhor seria a vitória, mas é inegável os efeitos positivos que esse resultado tende a trazer para a equipe, afinal, depois de tantos problemas extracampo, a perda do foco e da concentração, empatar contra uma boa Seleção como a de Cachoeira levanta o ânimo e aumenta a confiança da equipe. A nossa torcida é para que o time trabalhe essa semana sem nenhum tipo de problema que venha a desviar o foco, para que o time treine bem e faça um bom jogo em Cachoeira.

Destaque do jogo
Rilex. Vários desarmes, roubadas de bola, recuperação e tempo de bola. Foi irrepreensível. Outros atletas também foram muito bem, o time por completo atuou bem. (Giro/Romário Henderson)

Ipiaú empata com Cachoeira no primeiro jogo do mata-mata

domingo, setembro 23, 2018
Jogo aconteceu no estádio Pedro Caetano, em Ipiaú. (Fotos: Giro Ipiaú).
Diante da sua torcida, no estádio Pedro Caetano, na tarde desse domingo (23), a seleção de Ipiaú não conseguiu vencer Cachoeira na primeira partida do mata-mata do Campeonato Intermunicipal. A partida ficou no 0 a 0. Desfalcada, a equipe de Ipiaú teve ao menos duas chances claras de gol, mas acabou desperdiçando as oportunidades.
O próximo embate entre as duas equipes acontece no domingo, 30 de setembro, na cidade de Cachoeira. Se Ipiaú perder, deixa a competição. Já Cachoeira, mesmo perdendo, ainda se classifica como biônico para a próxima fase do intermunicipal. Veja como foi o jogo transmitido ao vivo pelo GIRO em parceria com a Rádio 105 FM e ItaNet (provedor de Internet)

Assista a partida Ipiaú X Cachoeira pelo Intermunicipal 2018

domingo, setembro 23, 2018
As seleções de Ipiaú e Cachoeira se enfrentaram, na tarde desse domingo (23), na primeira partida da fase do mata-mata do Campeonato do Intermunicipal 2018. O jogo aconteceu no estádio Pedro Caetano, em Ipiaú. A transmissão ao vivo pelo GIRO ocorre em parceria com a Rádio Livre 105 FM e ItaNet (Provedor de Internet).

Treino da seleção de Ipiaú esteve ameaçado por atraso no pagamento dos jogadores

sexta-feira, setembro 21, 2018
O treino apronto da Seleção de Ipiaú para o jogo contra a Seleção de Cachoeira, na tarde do próximo domingo, 23, no Estádio Pedro Caetano, quase não acontece devido a noticia de que o pagamento dos jogadores não seria efetuado nesta sexta-feira, 21. O problema foi contornado por volta das 16hs30min quando o Diretor de Esportes do Município, Givaldo Nascimento, confirmou que o dinheiro já tinha sido depositado na conta da Liga Desportiva Ipiaú -LDI-. 

A expectativa era de que a verba caísse na conta  ainda no período da manhã, entretanto pendências remanescentes  por parte da LDI foram alegadas pela Prefeitura. Atendida mais essa exigência burocrática, finalmente a grana foi depositada por volta das 15 horas. 

O técnico Valdélio Sá pretendia iniciar o treino mais cedo e com isso ensaiar jogadas, fazer experimentos, trabalhar melhor seu esquema tático fundamentado no 4.4.2. O impasse atrapalhou os planos. O atacante Adnael Secão que era dúvida, em decorrência de uma contusão, entrou em campo e apresentou uma boa movimentação. Balotere continua em tratamento médico e deve ser substituído por Rato. (Giro/José Américo Castro/ foto: Miro da Kombi)

Cachoeira prega respeito por Ipiaú, mas proposta de jogo é ir pra cima

sexta-feira, setembro 21, 2018
O meia Pitchaco foi entrevistado pelo Giro Ipiaú.
A Seleção de Cachoeira fez a melhor campanha da primeira fase, vencendo cinco das seis partidas, sendo que a outra empatou, marcou 16 gols, tem o melhor ataque junto com Euclides da Cunha e a melhor defesa com apenas um gol sofrido. Camisa forte, muita tradição e respaldada pela melhor campanha, essa é a boa Seleção de Cachoeira. A reportagem do GIRO conversou com um dos craques do time, o camisa 10 Pitchaco. O meia de 31 anos já disputou 16 intermunicipais, sendo campeão em oito oportunidades: 2005 a 2008 (Conceição do Coité), 2009 (Serrinha), oportunidades em que foi o artilheiro do certame, 2011 e 2012 (São Francisco do Conde) e 2016 (Itaberaba). Nesse ano, Pitchaco já marcou três gols por Cachoeira. Confira abaixo a entrevista com o camisa 10.

Giro: A Seleção de Cachoeira fez a melhor campanha da primeira fase, enquanto Ipiaú foi bem irregular. O que você espera do confronto contra a Seleção de Ipiaú?

- Um confronto de duas grandes equipes. Não é porque Ipiaú se classificou em terceiro que não é uma grande equipe. Ipiaú tem nome no Intermunicipal, por isso vai ser um jogo bastante difícil pra Cachoeira.

Giro: A estratégia de jogo de Cachoeira aqui em Ipiaú será ir pra cima pra vencer o jogo?

- Nós estamos treinando no foco de jogar como nós jogamos os outros jogos. Respeitamos a equipe de Ipiaú, mas isso não quer dizer que vamos jogar retrancados, pelo contrário, vamos pra cima sim.

Giro: Observando alguns lances de Cachoeira, parece que o time tem como principal característica ter posse de bola e chegar com vários homens no ataque, foi assim no primeiro gol que você marcou contra Saubara. Estou certo?

- A equipe da gente marca muito pra depois jogar. Sem a bola marcamos, com a bola nosso treinador nos deu liberdade para atacar com vários jogadores do ataque, meio e até laterais.

Giro: Você com toda experiência que tem, com tantos títulos, qual o segredo para uma equipe ser campeã do Intermunicipal?

- O segredo é a equipe se fechar, estar com os salários em dia, os jogadores estarem focados no objetivo que é o título, ter seriedade no trabalho e também dar uma boa acomodação aos atletas que é importante.

Pitchaco já foi sondado por clubes profissionais da Bahia e até pelo América-RJ, quando Bebeto era o treinador e Romário o presidente. O América-RJ iria lhe oferecer um contrato, mas Pitchaco decidiu vir embora. O confronto contra Ipiaú será neste domingo (23), às 15h, no Pedro Caetano, em jogo válido pela 2ª fase. (Giro/Romário Henderson)

Sob novo comando, seleção de Ipiaú treina firme para enfrentar Cachoeira

sexta-feira, setembro 21, 2018
Seleção de Ipiaú se prepara fisicamente durante treino da quinta-feira (Foto: Miro da Kombi)
A seleção de Ipiaú realiza na tarde desta sexta-feira, 21, o treino apronto para o jogo de domingo contra a poderosa Seleção de Cachoeira. A partida será no Estádio Pedro Caetano,  pelo “mata-mata” da segunda fase do 61º Campeonato Intermunicipal. Esse confronto marcará a estreia do técnico Valdélio Sá, o terceiro treinador de Ipiaú na atual edição da competição.
Valdélio Sá comandará a seleção de Ipiaú no jogo deste domingo.
Na primeira fase o time ipiauense ficou na terceira colocação do Grupo 8, enquanto a equipe cachoeirana obteve a primeira colocação do seu grupo. Valdelio vem realizando treinos táticos, com algumas experiências na formação do elenco. Os jogadores de Ipiaú sabem que a missão é difícil, mas estão confiantes em um bom resultado. Humildade e determinação são palavras de ordem no grupo.
Equipe de Cachoeira é uma das mais fortes da competição.
Com oito títulos (octacampeã) no Intermunicipal, a Seleção de Cachoeira vem de uma goleada de 6 X 0 sobre a Seleção de Sapeaçu, na última rodada da primeira fase do campeonato, enquanto a Seleção de Ipiaú, jogando em casa, foi derrotada de  1 X 0 por Jaguaquara. Dentre outros destaques, Cachoeira tem em seu elenco o goleiro Negrote, os zagueiros Rogério e George, os meias Pithaco e Igão e is atacantes Rony Serrinha e Kelvin. O treinador é Careca (José Luis dos Santos). Acompanhando a Seleção de Cachoeira vem a torcida organizada “Os Inflamáveis” e dezenas de outros torcedores. No time de Ipiaú as dúvidas são os atacantes Balotelle e Secão que se encontram lesionados, embora em processo de recuperação. A Seleção de Ipiaú é tricampeã do Intermunicipal, com títulos conquistados em 1972, 1977 e 1998, tendo ainda um vice-campeonato em 1978. (Giro/José Américo Castro). 

Novo treinador da seleção de Ipiaú já tem time definido para enfrentar Cachoeira

sexta-feira, setembro 21, 2018
Valdélio Sá é o novo treinador da seleção de Ipiaú (Foto: Miro da Kombi).
Na Seleção de Ipiaú está tudo pronto e definido para o jogo deste domingo, 23,  contra Cachoeira, às 15 horas, no Estádio Pedro Caetano. Os atletas já receberam seus vencimentos referentes ao mês de agosto e estão focados em um bom resultado contra os cachoeiranos. O técnico Valdélio Sá já tem em mente a equipe titular e espera que seus comandados executem as jogadas que foram repetidamente ensaiadas durante a semana, inclusive os lances de bola parada.

O zagueiro Müller considera que enfrentar um time qualificado, como o de Cachoeira, possibilita maior rendimento para qualquer equipe. Independente de qualquer situação, Müller conclama seus companheiros a fazer bem o dever de casa. 

Os jogadores que foram relacionados para o jogo são: Rai, Natan, Aristeu, Rilex, Sebinho, Grilo, Müller, Ezequiel, Esquerdinha, Rato, Cebolinha, Secão, Gustavo, Cris, Pedro, Cabeça, Sávio e o  Washington. É provável que mais três atletas ainda entrem nessa relação. Na partida deste domingo, 23, o preço do ingresso que vem sendo vendido a R$ 5,00, será majorado para R$ 10 reais.

Trio de arbitragem
O Departamento de Arbitragem da Federação Baiana de Futebol escalou como árbitro central da partida o itabunense Edvaldo Vasconcelos que terá como assistentes Cesar Santos Nascimento ( de Buerarema) e Valdir Cruz do Carmo ( de Itororó). O quarto árbitro  é o ipiauense Gilberto dos Santos Filho. (Giro/ José Américo Castro).

Esquerdinha convoca torcida de Ipiaú para jogo contra Cachoeira

quinta-feira, setembro 20, 2018
A Seleção de Ipiaú continua sua preparação visando o confronto contra a Seleção de Cachoeira, no próximo domingo (23), às 15h, no estádio municipal Pedro Caetano. A campanha irregular da equipe tem desanimado a torcida, que tem criticado o mau desempenho do time nessa primeira fase. 

O meia Esquerdinha, um dos pilares da equipe agora comandada por Valdélio Sá, comentou sobre a campanha irregular da Seleção de Ipiaú. “O torcedor sempre quer espetáculo, e seu tivesse nas arquibancadas também queria isso. Mas não podemos esquecer que começamos a trabalhar faltando 15 dias pro Intermunicipal. Reconheço que nós jogadores estamos devendo, e muito, mas fatores extracampo também influenciam o nosso rendimento. Imagina você trabalhar, criar expectativa de que seu dinheiro vai cair naquela data, você faz compromisso e você não recebe? Querendo ou não, isso atrapalha, tira o foco. Mas a torcida não tem nada com isso, por isso quero aproveitar para convocar o nosso torcedor que vá pro estádio domingo não apenas assistir, mas torcer e vibrar, ser o camisa 12, pois precisamos muito deles para brigarmos pelo nosso objetivo”, disse.

O camisa 10 também falou sobre o adversário, a Seleção de Cachoeira. “Vai ser um bom jogo, uma partida aberta. Melhor coisa é jogar contra time bom que deixa jogar. Todo mundo está falando de Cachoeira, mas se a gente for analisar, estava em um grupo mediano, onde não tinha grandes seleções, com todo o respeito. Mas tenho certeza de que a Seleção de Ipiaú tem muito a mostrar nesse jogo, pois agora o Intermunicipal começa de verdade. ”, afirmou o meia. (Giro/Romário Henderson)