Atletas de Ubatã se destacaram em etapa do Baiano de Canoagem realizada no município


Foto: Ubatã Notícias

*Do Ubatã Notícias

Ubatã sediou, neste domingo (26), a 1ª Etapa do Campeonato Baiano de Canoagem. O evento reuniu mais de 200 atletas de diversos municípios da Bahia, a exemplo de Itacaré, Ubaitaba, Maraú, São Félix, Salvador e Lauro de Freitas. Os atletas de Ubatã fizeram bonito e faturaram 13 medalhas: 2 de ouro; 06 de prata; 05 de bronze. Faturaram medalha os ubatenses Adalberto Assunção; Elane Paula, Gildevan Santos, Izaquiel Santos, Luiz Eduardo, Geovana Santos, Edenilton dos Santos. Ubatã ainda terminou a primeira etapa em 3º lugar na classificação geral, com 13 medalhas e 98 pontos. O 1º lugar ficou com Itacaré, com 56 medalhas e 229 pontos; seguido por Ubaitaba, com 36 medalhas e 110 pontos.

Foto: Ubatã Notícias

A etapa do Baiano contou com as categorias sênior, júnior, menor, cadete e infantil, nas modalidades masculino e feminino; e contará com provas no C1 200m; C1 500m; maratona 3 km; K1 200m; K1 500. O evento é organizado pela Federação Baiana de Canoagem (FEBAC) e pela Associação Ubatense Esportiva de Canoagem (AUEC). A realização é da Sudesb, Setre, ACC, Secretaria Municipal de Cultura Esporte e Lazer e Prefeitura de Ubatã. “Foi um grande evento, que celebra uma união de forças e também o avanço da Canoagem em nosso município”, destacou Sérgio Luciano, Titular da Secretaria de Esportes.

Isaquias é campeão do C1 500m em etapa da Copa do Mundo


Um dia depois de terminar a prova do C1 1000m apenas na sétima colocação, Isaquias Queiroz se recuperou e conquistou a medalha de ouro neste domingo, no C1 500m, no último dia da etapa de Poznan, na Polônia, da Copa do Mundo de canoagem velocidade. O brasileiro, tricampeão mundial da prova, que não faz parte do programa olímpico, deixou para traz o rival tcheco Martin Fukza para vencer com com facilidade. Isaquias terminou com mais de um barco de vantagem para Fukza. O polonês Tomasz Kaczor cruzou a linha em terceiro. Outro brasileiro na prova, o ubatense Erlon de Souza terminou na sexta colocação. – A prova foi muito boa. O Fukza deu trabalho no começo, na saída, mas agora é melhorar para encarar o Brendle (rival alemão) – disse Isaquias após a prova. Atleta do Flamengo, Isaquias tem três medalhas olímpicas no currículo, todas elas conquistadas nos Jogos Rio 2016 – duas pratas (C1 1000m e C2 1000m) e um bronze (C1 200m). Em Mundiais, o brasileiro tem sete medalhas – quatro ouros (três no C1 500m e uma no C2 1000m) e três bronzes (C1 1000m, C2 200m e C1 200m). O baiano de 25 anos ainda tem um ouro e uma prata no Mundial Junior de 2011 (C1 200m e C1 500m). *As informações são do Globo Esporte

Isaquias Queiroz derrota Sebastian Brendel em desafio no Rio de Janeiro


Isaquias Queiroz vence o desafio de canoagem no Rio de Janeiro (Foto: Globo Esporte).
O brasileiro Isaquias Queiroz e o alemão Sebastian Brendel voltaram a se enfrentar na Lagoa Rodrigo de Freitas, mesmo lugar onde duelaram pelos Jogos Rio 2016, com triunfo do atleta europeu. Neste domingo, no desafio Mano a Mano de Canoagem a vitória foi de Isaquias. Ele completou a prova de C1 500 metros com o tempo de 1min56s640.
Atletas comemoram o sucesso do Desafio Mano a Mano Canoagem — Foto: Guilherme Taboada
“É uma sensação muito boa poder participar deste evento. É um evento que acaba atraindo mais o público e o público pode presenciar mais a canoagem de perto. Então, foi muito legal poder estar remando e ganhar para o Brasil. Eu queria agradecer a torcida por esse apoio todo”, disse Isaquias.
Isaquias com o filho no colo. Ao lado o alemão Sebastian Brendel – Foto: Guilherme Taboada
Isaquias abriu boa vantagem logo no início. O vento e as ondas da Lagoa Rodrigo de Freitas atrapalharam um pouco o desempenho dos atletas. Brendel chegou a diminuir a vantagem, mas Isaquias conseguiu manter a ponta. 
O polonês Wictor Glazunow ficou com o bronze e o colombiano Daniel Cipagauta terminou em quarto lugar.
“O brasileiro pode esperar uma grande disputa entre eu e Brendel em Tóquio 2020. Mas tenho que treinar muito, porque esse cara é diferenciado”, disse Isaquias que colocou o nome do alemão no filho.