Pré-candidato Cleraldo Andrade planeja ciclovia para Ipiaú


Ciclovia ligaria bairro Antônio Lourenço à Av. São Salvador
O pré-candidato a prefeito de Ipiaú, o ex-deputado Cleraldo Andrade (DEM),
falou na manhã desta quarta-feira (04) no Programa do Radialista Amarelinho,
que sonha em construir uma ciclovia na
cidade de Ipiaú, caso seja eleito nas próximas eleições. Para ele o projeto seria uma das alternativas para
aliviar o trânsito, e por outro lado estimularia os cidadãos à prática do exercício
físico.
Para Cleraldo, essa seria uma das alternativas para melhorar o trânsito (Foto:Giro em Ipiaú)
O pré-candidato chegou a traçar o percurso da ciclovia que
ligaria o bairro Antônio Lourenço à Avenida São Salvador, passando por ruas
específicas que seriam indicadas por profissionais da área. “A situação do trânsito de Ipiaú está caótica. Então uma das
maneiras que pensamos, junto com alguns amigos que são engenheiros de tráfego, foi
a construção de uma ciclovia na cidade. Ipiaú pela sua topografia permite muito
bem essa alternativa”, disse Cleraldo durante a entrevista na FM Ipiaú.
O empresário e ex-deputado é um dos pré-candidatos a prefeito do município nessas eleições. Segundo alguns institutos de pesquisas, ele é um dos que mais tem ganhado a
simpatia dos eleitores, especialmente pela sua bagagem política e ideias
inovadoras. (Giro em Ipiaú)

Ipiaú: Cleraldo Andrade revela detalhes da sua trajetória política e empresarial


O empresário e ex-deputado analisa o atual momento político no município.(foto:Giro)
Bem sucedido na vida política onde exerceu três mandatos
consecutivos na Assembleia Legislativa e ocupou importantes cargos no Governo
Federal, o ipiauense Cleraldo Andrade também faz sucesso no mundo empresarial
administrando com muita competência uma série de atividades econômicas. Essa
capacidade administrativa lhe credencia a muitos outros empreendimentos, inclusive
administrar o município onde nasceu. Apesar de entender que o momento é de
auxiliar quem se encontra nessa atribuição, ele não descarta tal possibilidade,
mas também não assegura, pois sabe que as coisas acontecem como devem ser. Nessa
entrevista ao jornalista José Américo Castro, e publicada com exclusividade
pelo Giro em Ipiaú, Cleraldo revela detalhes da sua trajetória política e
empresarial e evidencia opiniões e levanta a bandeira por uma representação
parlamentar  que defenda os reais  interesses do município. Confira:
Giro- Como aconteceu
seu
ingresso na política?
Cleraldo– Começou
no Colégio Estadual da Bahia (Central) onde participei da UBES (União Brasileira
dos Estudantes Secundaristas). Em seguida participei do Diretório Acadêmico da
Faculdade de Direito. No Rio de Janeiro trabalhei como secretário do deputado
Manoel Novaes que era a grande liderança política do Vale do São Francisco. Depois
fui ser diretor da CODEVASF em Brasília. Durante o primeiro  governo de ACM  ocupei o cargo de Sub-Secretário de Justiça
da Bahia, ocasião em que construímos fóruns em 62 comarcas, um recorde  na época.
Na esfera federal ocupei cargos nos governos dos presidentes José Sarney,
Fernando Collor e Itamar Franco. Sair quando Antonio Carlos Magalhães começou a
criticar Itamar.

Giro- E os cargos
eletivos?

Cleraldo– De 1978
a 1986 estive no exercício parlamentar, ocasião em que ocupei as funções de
vice-líder da bancada governista, primeiro secretário e vice-presidente da Mesa
Diretora da casa.
Giro- Quando deputado
estadual quais os benefícios que o senhor conseguiu para Ipiaú
?
Cleraldo– Eu
costumo dizer que algumas das obras e serviços mais importante que existem hoje
nesta cidade fomos nós que trouxemos. Dentre elas podemos citar: Ginásio de
Esportes Cleriston Andrade, Terminal Rodoviário José Motta Fernandes; Hospital
Geral de Ipiaú; Complexo Policial; pavimentação da Avenida Getúlio Vargas; asfaltamento
da rodovia Ipiaú-Ibirataia e criação do curso de segundo grau no Colégio
Estadual. Outros municípios da região também foram beneficiados com nossa
atuação na Assembleia.
Giro- Há muito tempo
Ipiaú não elege um deputado originário desta localidade, daí a pergunta: existe
uma necessidade de que isso aconteça ou as atuais representações do município preenchem
tal lacuna
?
Cleraldo– Mais do
que uma necessidade é um dever elegermos deputados que tenham em Ipiaú a sua
principal base eleitoral. Já mostramos nossa força elegendo Agostinho Pinheiro,
Urbano de Almeida Neto, Miguel Coutinho e eu [Cleraldo Andrade]. Todos com boas
atuações, lutando pelo melhor para a nossa comunidade. Hoje clamo que essa
tendência volte a prevalecer porque não é possível que procedimentos elementares,
como um tratamento de hemodiálise, uma carteira de identidade ou reservista, tenham
que ser resolvidos em Jequié, cujas lideranças políticas sempre se opuseram a sermos
sede de uma região administrativa. Sabemos que diversos municípios da região
orbitam em torno de Ipiaú e isso é muito importante. Não podemos ficar refém de
Jequié, Itabuna ou outro centro.
Giro- O senhor se
habilitaria a cumprir novamente a missão parlamentar
?
Cleraldo– Eu acho
que como deputado fiz o que pude fazer pelo município. Confesso que tenho
recebido muitas solicitações para buscar o exercício de um novo mandato na
Assembléia. São lideranças e agremiações políticas, amigos ligados ao governo e
fora dele, pessoas que acreditam em mim. No entanto entendo e estou consciente
de que como legislador já cumpri a minha obrigação. Como cidadão insisto que
Ipiaú deve ter uma representação legitima na Assembleia Legislativa e Câmara
Federal.
Giro- Algum projeto
nesse sentido de ser prefeito de Ipiaú?

Cleraldo
Política é dinâmica e depende do interesse da coletividade e da articulação de
partidos e lideranças. Sendo assim a pessoa não pode dizer por si só. Se algum
dia tiver que ser será. Com muita honra receberei tal incumbência. Quem não
deseja administrar sua terra? O futuro a Deus pertence.  

Giro- O governo de
Ipiaú está no caminho certo
?
Cleraldo– Acho
que Deraldino realizou uma boa administração no primeiro mandato. Asfaltou boa
parte da cidade, pavimentou muitas ruas, construiu creche, escolas, posto de
saúde e outras obras, mas tudo que a gente faz ainda é pouco. Sabemos que
segundo mandato é sempre mais difícil, por isso torcemos que ele continue
realizando uma boa administração. Confiamos nele e esperamos que sua gestão se conclua
com méritos e bons serviços prestados a Ipiaú. O momento é muito bom, pois a
presidente Dilma tem dado tudo, no entanto para se conseguir os benefícios é
necessário projetos. Se Deraldino elaborar e apresentar bons projetos poderá
obter muita coisa, sobretudo na área de habitação.
Giro- Quanto ao
empresário Cleraldo Andrade
?
Cleraldo– Como
empresário estou indo bem graças a Deus. As empresas respondendo de forma
positiva, gerando emprego e renda. São mais de 400 empregos diretos. Nós temos
uma previdência privada, seis postos de revenda de combustíveis, fazendas e uma
emissora de rádio. Reclamo apenas da alta carga tributária que recai sobre nós,
mas cumpro com todas as obrigações. Meus filhos, Marcelo e Guilherme, tocam os
negócios com muita competência e isso nós permite mais tranqüilidade.