Coluna Fractais Culturais – por José Américo Castro


“Mulher Inteira” fez sucesso na UnebOrganizada pelo ator e arte-educador Douglas Gonçalves, a oficina montagem, de dança e teatro, “Mulher Inteira”, aconteceu no período de 1º a 5 de maio, no Campus 21 de Uneb/Ipiaú, abordando temas como violência, aborto, mitologia, encontro de gerações, relacionamento, trabalho e autoestima. O trabalho foi dirigido pelo artista Eduardo Sena e contou com a preparação corporal a cargo da fisioterapeuta e bailarina Drica Rocha. Vinte e duas mulheres participaram da oficina que teve como objetivo propor um olhar sobre a improvisação no jogo do teatro e da dança, como um caminho que articula técnica e organicidade. O espetáculo  culminância da oficina  teve  como ponto de partida a pergunta: “o que é ser mulher?”.

Allê Barbosa estreia na literaturaNo final deste mês, dia 31, o artista multimídia Allê Barbosa, lança  em Salvador o livro “Quando você for sua talvez não queira ser mais de ninguém”. A obra, viabilizada pela Editora Solisluna, marca a estreia de Allê na literatura e reúne contos, crônicas e poemas. São textos bem humorados sobre amor, sexo, viagem, amizade e auto-estima. O livro também será lançado em Ipiaú, onde o autor nasceu, cresceu e se tornou um excelente músico. Baixista e diretor musical de algumas bandas,  Allê Barbosa tocou com grandes artistas  e compôs a canção  “Jeito Carinhoso” que  estourou nas rádios e palcos do país, através das vozes de notáveis interpretes da MPB, obtendo milhões de views no Youtube.

Garota ChocolateNão deu outra: a bombeira civil Fabiana Vieira, 22 anos, representando Ipiaú, foi a vencedora do segundo concurso Garota Chocolate Regional. A escolha aconteceu na noite do dia 4, na Praça Rui Barbosa, durante o Festival do Chocolate. “Babi”, como também é conhecida a vencedora, arrasou na passarela e foi muito aplaudida pelo público. A segunda colocação ficou com a ubatense Talia, uma morena muito bonita e charmosa.

Dia do Reggae em IpiaúAinda neste sábado, 11 de Maio, acontece na Praça Salvador da Matta, o primeiro aniversário do Dia Municipal do Reggae. A data foi instituída em decorrência do Projeto de Lei nº 030/2018, da autoria do vereador Lucas Louzado dos Santos -PSD- . Após a tramitação em caráter conclusivo a matéria foi sancionada pela prefeita Maria. A inciativa de homenagear a nação regueira com um dia especial no âmbito do município de Ipiaú, se deu através do musico Marcio Barreto, da Banda Leões de Jah que é uma das atrações do espetáculo comemorativo. Também marcará presença no show o regueiro Zé di Assis, vocalista da banda Roots Lion e grande defensor da cultural musical universal.

Diálogos JurídicosO jovem advogado ipiauense Afonso Mendes é  co-autor do livro “Diálogos Jurídicos IV: Temporalidades e Perspectivas nos Discursos Jurídicos” que será lançado nesse sábado, 11, na Livraria Leitura, no Shopping Bela Vista, em Salvador. Afonso, juntamente com a professora Camila Nascimento, elaborou um capítulo defendendo que as contas de gestão dos prefeitos devem ser julgadas exclusivamente pelos Tribunais de Contas. A obra é organizada por Ângelo Boreggio, Pedro Camilo de Figueiredo Neto e Rubens Sérgio dos Santos Vaz Júnior e publicado pela Editora Mente Aberta.

Trio Curral NovoAcrescentando a boa qualidade da música contemporânea em Ipiaú  e região entra no cenário o harmonioso Trio Curral Novo formado por Gian Vinícius (violão), Patrícia Santana (vocal) e Marcos Spinola (guitarra). No repertório: rock, pop rock, jazz, bossa nova e MPB. Contatos pelo telefone (73) 98171-2506.

Pintando WalyO artista plástico jequieense Luciano Lelis será uma das atrações do IIIº Salão de Artes Visuais que acontecerá no Casarão de Zé Américo durante o período da Festa de São Pedro. Ele tem se destacado no estilo pop art com tinta acrílica e tem sido elogiado pela critica especializada. Recentemente pintou ao vivo, no Centro de Cultura de Jequié, uma tela retratando seu famoso conterrâneo e poeta tropicalista Waly Salomão que esteve associado a vários movimentos culturais nas décadas de 1960 e 1970, entre os quais a Tropicália.

Na arte da locução Geraldo Santos Ferreira, 41 anos, busca o sustento da sua família utilizando a boa voz que Deus lhe deu. Sua locução é requisitada por estabelecimentos comerciais e outros empreendimentos. Começou aos 17 anos de idade e ficou conhecido imitando o personagem Véi Chole, depois encontrou estilo próprio e segue em frente. É casado e tem dois filhos menores.

Em cartazO fim de semana que antecede o Dias das Mães está recheado de boas atrações nos barzinhos e restaurantes de Ipiaú, com destaques para o Chalet Suisse e a Estação do Chopp. No Chalet o show fica por conta de Sikiling, da banda SodaPop, com uma apresentação solo, na noite desta sexta-feira, 10. O espetáculo, recheado de pop rock, MPB e outros gêneros musicais, têm inicio às 21h30min. Na mesma noite, às 22 horas, na Estação do Chopp, estará em cartaz a excelente banda Sambão de Elite. Sábado, 11,  a atração da Estação é Duda Perkata de Couro, com um repertório eclético e excelente interpretação. A noitada  de sábado também  reserva o IIIº Forró do Lencinho, na AABB, com animação das bandas Pé de Badoque e Gota Serena. O evento é promovido pelo Grupo de Apoio a Pacientes em Convivência com o Câncer. Na noite do dia 13, segunda-feira, na Rua mariquinha Borges, novo point de eventos da cidade, a Segundinha Cultural tem sequência com um show do sanfoneiro Andinho Brito.

*Coluna produzida por José Américo Castro

Coluna Fractais Culturais – por José Américo Castro


Fotografo ipiauense expõe em São Paulo imagens captadas na ilha de Cuba

O jornalista e fotografo Rodrigo Sombra. 33 anos, está expondo na Galeria São Paulo Flutuante, em São Paulo. A mostra, intitulada  Noite Insular: Jardins Invisíveis”, traz 30 fotografias captadas com câmeras analógicas durante os cinco meses em que ele esteve em Cuba. O imaginário marítimo da famosa ilha caribenha é ponto de referência da mostra que conta com a apresentação de Caetano Veloso e curadoria da marchand e estilista tropicalista Regina Boni. O renomado cantor e compositor rasga elogios ao talentoso fotografo natural de Ipiaú e filho do médico ginecologista Leôncio Campos. “Sombra revela-se um artista verdadeiro e um observador sensível. A beleza de suas fotos reside na aventura humana de quem capta e de quem é captado. Isso leva quem as vê a pensar mais longe e sentir mais fundo”, assegura Caetano. O título da série que explora os estímulos da presença estrangeira em Cuba é inspirado num poema do escritor cubano José Lezama Lima. Existe possibilidade de Rodrigo Sombra trazer “Jardins Invisíveis” até sua terra natal

O disco de BicoCom aquela força de Ayan Ubráis Barco, o poeta, cantador e instrumentista “Bico”, realizou o sonho de gravar seu primeiro disco. O CD recebeu o nome de ”Alegria da Vida”, e foi gravado no estúdio itinerante Canoa Sonora e no estúdio 1003. A obra traz aboios, cantorias, repentes, ao som sanfonas, violas e outros instrumentos. “Atmosferas roçalianas condizentes”, como diz Ubráis.

 AABB CulturalPassada a Semana Santa a diretoria da AABB de Ipiaú, sob a presidência de Rodrigo Burity, pretende intensificar sua programação cultural com apresentações musicais, às sextas e domingos, na área o parque aquático. Pelo happy hour das sextas e no som da domingueira já passaram artistas como Lucas  Maia, Léo Alves,Duda Perkata de Couro, Netinho Cabral e seu Agreste e Juninho dos Teclados, dentre outros

Homenagem a Êpa ÊpaDepois de Cacau da Zabumba e seu Davi do Bumba Boi, a personalidade ipiauense a ser homenageada pela Prefeitura Municipal de Ipiaú durante a Festa de São Pedro, será o folclórico Êpa Êpa que ganhava o sustento de sua família vendendo pão pelas ruas cidade,.”Êpa Êpa olha o paaaão…, com este bordão ele ia percorrendo a freguesia, mercando seu produto. O  marketing era tão eficaz que substituiu seu próprio nome. Se perguntassem por Antonio Ferreira da Silva, ninguém em Ipiaú, com exceção dos seus familiares, saberia dizer quem era, mas quando se falava em “Êpa Êpa”, toda a comunidade garantia ser aquele velhinho que vendia pão. Foram 35 anos  de labuta, conduzindo a cobiçada mercadoria num carrinho de mão. Justa homenagem a um cidadão simples e grandioso.

Forró em ItacaréNo IIIº Festival de Forró de Itacaré, ocorrido no último final de semana, o sanfoneiro Targino Gondim fez boas referencias ao jovem artista ipiauense Davi Lisboa com quem gravou, no ano passado, o programa “São João da Tradição”, pelo SBT, oportunidade em que ambos tocaram o melhor do forró nordestino.

Em cartazO Projeto Cultural Boa Música, capitaneado por Luis Moreira e o Studio A, traz para o Chalet Suisse a música romântica de PACATO, um dos expoentes da seresta ipiauense.O show começa às 21 horas deste sábado, 27.  Será cobrado couvert artístico no valor de R$ 5,00, por pessoa.Na Estação do Chopp, no Shopping Liberdade, tem musica sertaneja nesta sexta-feira, da dupla  ANDRÉ  & EDUARDO, com participação especial da espetacular LARISSA SOUZA. Sábado, no mesmo local,Tem NETINHO CABRAL E CÉLIA SANTOS.Na Segundinha Cultural do Bar Bossa (Rua Mariquinha Borges) a atração desta segunda-feira, 29, é IVAN NASCIMENTO com o melhor da MPB.

Darci: da Borges de Barros e ParisAté chegar em palcos franceses  Darci percorreu meio planeta. Deixou Ipiaú no final da década de 1970, separando-se da irmã gêmea, Nanci. Eram totalmente idênticas, mas um bom observador percebia que Darci era ligeiramente mais alta. A dupla das Gazas da Borges de Barros destacava-se pela popularidade, quesito em que Darci também levava vantagem pela irreverente e ousada espontaneidade. Darci morou na famosa Arembepe do amor livre. Em Salvador ela comandou cozinhas de restaurantes naturebas até partir para a Guiana Francesa. Viveu também no Canadá. Pilotando a cozinha de um veleiro cruzou o Atlântico em 48 dias. Fez escala nas Ilhas Canárias e finalmente aportou no Senegal. Hoje Darci é chef de cuisine em Dijon. É a graça, a força e a criatividade da mulher de Ipiaú brilhando intensamente muito além de suas fronteiras. Viva, minha querida amiga da adolescência.( texto de Zilton Rodrigues).

Reflexão de Raul