Ipiaú: Major e delegado divulgam balanço policial de 2016


Major Alexandre – comandante da 55ª CIPM – e o delegado Ivan Lessa (Foto: Giro Ipiaú). 
Na última sexta-feira (06), as autoridades da Polícia
Militar e Civil do município de Ipiaú, representadas pelos seus comandantes,
Major Alexandre e Delegado Ivan Lessa, divulgaram as estatísticas de ocorrências, homicídios, prisões, apreensões e outros dados dos trabalhos
desenvolvidos no ano de 2016. De acordo com informações do delegado Ivan Lessa,
no período de janeiro a dezembro do ano passado, foram registradas quase 3 mil
ocorrências no município. Para o doutor Ivan, esse número ainda poderia ser
maior. Ele acredita que o fato do Complexo Policial ficar distante de vários
bairros da cidade (a exemplo dos bairros Irmã Dulce e Aparecida) além de outras
localidades na zona rural, muitas vítimas de crimes considerados de pequenas
proporções, deixam de se dirigir até a delegacia para registrar o Boletim de
Ocorrência.
Entrevista das autoridades policiais foi concedida ao site Giro Ipiaú na última sexta (06).
Ainda conforme os dados repassados pelo delegado, no ano passado
foram registradas 28 mortes violentas (27 homicídios e 1 latrocínio – roubo
seguido de morte). A maioria das vítimas era jovens. Ainda conforme Ivan
Lessa, dos 28 crimes registrados, 21 já estão elucidados. “Infelizmente, tivemos
em 2016 uma demanda acentuada de homicídios, mas, apesar dos problemas que
tivemos a nível de criminalidade, demos uma resposta significativa”,
pontuou o delegado. Lessa ainda informou que nos próximos 60 dias, a delegacia de
Ipiaú deve receber boas notícias referente ao seu efetivo. O trabalho em
harmonia da Polícia Civil e Polícia Militar no município de Ipiaú também foi
lembrado pelo delegado. 
Major Jorge Alexandre, comandante da 55ª CIPM (Foto: Giro Ipiaú).
O Major Alexandre, comandante da 55ª Companhia Independente
da Polícia Militar, apresentou os dados comparativos nos trabalhos realizados
pela corporação durante o ano de 2016. Destaque para o aumento de apreensões de
drogas, recuperação de veículos furtados e roubados, pessoas conduzidas à
delegacia, prisões em flagrantes e abordagens. Os dados divulgados pela Polícia Militar são referentes aos seis municípios da área coberta pela 55ª CIPM.
Homicídios: Aiquara teve registro de apenas um homicídio em 2016. No ano anterior foram 2.
Barra do Rocha foi o município onde teve a maior redução, de 5 em 2015 para
apenas 1 no ano seguinte. Dário Meira subiu de 2 em 2015 para 3 no ano passado.
Ibirataia manteve o mesmo índice do ano anterior, foram registrados 2
homicídios. Itagibá subiu de 2 em 2015 para 4 em 2016. Ipiaú saltou de 23 para
28 em 2016. A maioria dos crimes tem ligação com o tráfico de drogas, afirma o major.
Abordagens: De
acordo com os dados, em 2016, 33.017 pessoas foram abordadas pela Polícia
Militar nos municípios assistidos pela 55ª CIPM (Aiquara, Barra do Rocha, Dário
Meira, Ipiaú, Ibirataia e Itagibá). No ano anterior, foram 29.772 pessoas
abordadas.
Drogas: Em 2016,
foram realizadas um total de 105 ocorrências de
apreensões de drogas. A quantidade de entorpecentes apreendidos nas operações
ultrapassou os 100 quilos. Em 2015, foram registradas 104 ocorrências ligadas à apreensões de drogas.
Armas: Foram
apreendidas 67 armas de fogo e 45 armas brancas, um total de 112 armas
retiradas das ruas. No ano anterior foram apreendidas um total de 56 armas.
Veículos recuperados:
43 veículos foram recuperados pela Polícia Militar em 2016. No ano anterior
foram 34.
Prisões em flagrantes:
158 pessoas foram presas pela PM em flagrante em 2016. Em 2015 foram 135.
Conduções à delegacia:
Guarnições da Polícia Militar conduziram até a delegacia no ano de 2016, um
total de 746 pessoas. Em 2015 foram 558. 
O major Alexandre, comentou a importância e o obetivo da divulgação das estatísticas. “Na verdade, isso é uma prestação de contas à
comunidade do que a gente fez ao longo do ano de 2016. Usamos essas
estatísticas para ver o resultado do trabalho desenvolvido e observar o que
precisamos mudar para prestar um melhor serviço à nossa população”, comentou o comandante
da Companhia Independente da Polícia Militar de Ipiaú. *Giro Ipiaú