Feto humano é encontrado dentro de ônibus na cidade de Dário Meira


Feto foi encontrado em banheiro de ônibus (Foto: Giro Ipiaú)

Um feto humano foi encontrado na manhã dessa quinta-feira, 18, dentro da lixeira de um ônibus intermunicipal da viação Camurujipe, na cidade de Dário Meira. De acordo com as informações colhidas pelo GIRO, o feto foi localizado por volta das 06h30, durante a vistoria do veículo que fazia a linha Salvador X Dário Meira. As circunstâncias do aborto não estão esclarecidas. Há suspeita que o feto tenha sido deixado na lixeira do banheiro entre os municípios de Ipiaú e Dário Meira. A Polícia Militar registrou a ocorrência e o caso será investigado pela Polícia Civil do município. (Giro Ipiaú) (mais…)

Acidente de moto deixa um morto e outro ferido em Dário Meira


Acidente aconteceu na BR-030, próximo de Planalto Íris.

Na noite desse último domingo, 02, um jovem morreu e outro ficou gravemente ferido após acidente com uma motocicleta na BR-030, próximo ao distrito de Planalto Íris, no município de Dário Meira. Segundo apurou o GIRO, as vítimas são da região da Jussara, também na zona rural de Dário Meira. O acidente ocorreu após o condutor perder o controle da direção do veículo e sair da estrada e se chocar em um barranco. O piloto da moto, Juarez Jesus dos Santos, 21, morreu no local. O outro ocupante do veículo, Welisson de Jesus Sampaio foi socorrido por uma ambulância da secretaria de saúde do município e encaminhado inicialmente para o Hospital Geral de Ipiaú. O corpo de Juarez foi recolhido pelo DPT e encaminhado para o IML de Jequié. A causa do acidente não foi esclarecida. (Giro Ipiaú)

Dário Meira: Homem é agredido por sobrinho com facão após discussão por abacate


Foto: Jovem foi preso pela PM (Foto: Divulgação)

Um morador do distrito de Planalto Íris, no município de Dário Meira, foi agredido pelo sobrinho com socos e golpes de facão após uma discussão por conta de um abacate. Ferida, a vítima foi socorrida até o hospital da cidade. Após a Polícia Militar, solicitada pela Guarda Municipal, comparecer na unidade hospitalar e colher as informações, a guarnição se dirigiu até o distrito de Planalto Íris, onde prendeu o agressor, após tentar se esconder no fundo da casa às margens de um rio. O jovem identificado como Geovane Santos de Jesus, de  25 anos, e o facão usado nas agressões foram apresentados pela PM e Guarda Civil na delegacia de Dário Meira. Ainda segundo a PM, a vítima e o autor convivem juntos. (Giro Ipiaú)

Dário Meira: Polícia Civil prende suspeito de tráfico com cocaína e maconha


Foto: Divulgação/Polícia Civil

Um jovem foi preso na tarde desta quarta-feira, 24, na cidade de Dário Meira, acusado de tráfico de drogas. Com ele a Polícia Civil apreendeu 35 petecas de cocaína e 15 trouxas de maconha. “O flagranteado admitiu que promovia a venda no local e que teria adquirido R$ 600,00 (seiscentos reais) em droga para comercializar na cidade de Dário Meira”, revelou o delegado Nilo Siqueira. A ação contou com o apoio da Guarda Civil Municipal. O suspeito, João Vitor Paiva Fernandes, e o material apreendido foram apresentados na delegacia local. Essa ação se deu em alinhamento com a operação #PC27 que visa o cumprimento de mandados de busca e apreensão e mandados de prisão de quaisquer crimes, resultado do trabalho de investigação, função precípua das Instituições de Polícia Judiciária. A operação foi deflagrada em todos os Estados federados e DF. O nome da operação PC27 é uma referência à união e padronização de atuação de todas as Polícias Civis do Brasil. (Giro Ipiaú)

Jovem e filha recém-nascida são encontradas e já estão com a família


Eliana saiu de casa dizendo que iria procurar um pediatra em Ipiaú. Sumiço completa cinco dias –
A jovem Eliana da Glória Santos, de 17 anos, e a filha recém-nascida, desaparecidas desde a última quinta-feira, 20, quando saíram de Dário Meira sentido Ipiaú, foi encontrada no final da tarde dessa terça-feira, após divulgação de matéria no GIRO.

A mãe e filha foram encontradas por populares que acionaram nossa reportagem. Familiares foram comunicados e as duas estão sob os cuidados da ‘madrinha’ de Eliana,  uma moradora de Ipiaú.

A mãe da jovem contou ao GIRO que a filha saiu de casa por volta das 09h da quinta-feira passada dizendo que iria buscar atendimento pediátrico na cidade de Ipiaú. A jovem mãe não informou o motivo do desaparecimento.

Atualizada às 20h10 dessa terça-feira

Dário Meira festeja o centenário de seu Antônio Monteiro


Seu Antônio Monteiro comemora 100 anos de idade nessa segunda-feira, 17 de julho.
*Por José Américo Castro
A cidade de Dário Meira está em festa pelo centenário de existência de um dos seus mais queridos moradores. Celebrar a vida de seu Antônio Manoel Monteiro é um motivo de júbilo na comunidade local que adotou este ilustre cidadão como um grande patriarca. Todos lhe veneram, buscam seus conselhos, lhe pedem a “bença”. Viver um século sem nunca ter tido inimigos, sem nunca ter ofendido, com uma família unida, simplesmente em paz, é mesmo um nobre motivo de comemoração. Neste domingo (16), seu Antônio Monteiro, montado em “Brinco”, o mangalarga marchador da sua estimação, puxou uma cavalgada com centenas de cavaleiros até a Fazenda Lua Nova, onde recebeu mais novas homenagens. As felicitações multiplicam-se nesta segunda-feira, 17 de julho, data em que ele nasceu. 
O idoso tem 11 filhos, 52 netos, 123 bisnetos, 50 tataranetos e um pentaneto. 
Foi no ano da graça de 1917, na região da Jibóia (atual Boaçu) na caatinga de Jequié, que seu Monteiro veio ao mundo. Seus pais se chamavam Fausto Manoel Monteiro e Carlota Maria de Jesus, tiveram nove filhos e muito labutaram para criá-los. Aos sete anos de idade, o garoto Antônio já auxiliava seu Fausto na armazenagem do fumo colhido na Fazenda Morro Redondo, de Jaime Barra, e na fabricação de adobe que acontecia ali mesmo, junto a um barreiro temporário. Com a idade de nove anos ajudava seu irmão Lídio a cuidar do gado, tirar o leite e outros afazeres. Tornou-se vaqueiro. Conduzia boiadas em longas distancias, andava descalço e só veio conhecer calçados (um par de sandálias) aos 21 anos de idade, quando casou com dona Lindalva Magalhães. O casal gerou 11 filhos e a descendência prolongou-se em 52 netos, 123 bisnetos, 50 tataranetos e um pentaneto. Outros dois descendentes estão em gestação e nasceram ainda neste ano de 2017.
Na véspera de completar 100 anos, seu Antônio participou de uma Cavalgada em Dário Meira.
Na família tem Na família tem advogados, psicólogos, pedagogos ,administradores e nutricionistas, além de agricultores, comerciantes, policiais… Todos honrando o patriarca. Em sua juventude seu Antônio percorria as ruas de Jequié vendendo leite armazenado em um grande balde que ele carregava na cabeça e trazia de algumas léguas distante. Também foi amansador de burro brabo e gaba-se de nunca ter caído. Às vezes era o animal que ia ao chão, mas o peão estava sempre aprumado na sela sobre o lombo do bicho. Fazendeiros de Santo Antônio de Jesus e Nazaré das Farinhas requisitavam seus serviços nessa arte, onde um dos seus companheiros foi seu Nicinho, pai de Julio da Fiat. Por duas décadas seguidas, Antônio Monteiro trabalhou com o fazendeiro Jaime Barra que se não lhe pagou indenização o recomendava como pessoa de caráter ilibado.
Ao lado de amigos e familiares.
No ano de 1946 chegou em Cajazeira (atual município de Dário Meira), com a missão de gerenciar a Fazenda Ipiranga, propriedade de Bolivar Barreto, genro de Jaime Barra. Ali permaneceu por 21 anos consecutivos. Depois foi empreiteiro na Fazenda Lua Nova, de Salomão Amaral, ex-prefeito do município. Na primeira metade da década de 1950, após acumular algum dinheiro, Monteiro comprou a Fazenda Caixa de Areia, no município de Ibicui. Nesta propriedade de 63 hectares, criou gado, plantou cacau e outras culturas agrícolas. Outra atividade exercida por Antônio Monteiro foi a de açougueiro, em Dário Meira. 
Católico praticante, daqueles que reza o terço três vezes por dia, participa das missas e é devoto de todos os santos, Antônio Monteiro já realizou algumas romarias ao santuário de Bom Jesus da Lapa, sendo que em três delas o percurso foi feito a pé. A caminhada se prolongava por quase 40 dias, de ida e volta. No caminho muitas surpresas, até uma onça pintada com seus filhotes. Nessas viagens à Lapa, ele estava sempre acompanhado de sua mulher e do menino Zé Grilo que até hoje está em sua companhia e gerencia a Fazenda Caixa de Areia. Monteiro não tinha nenhuma promessa a cumprir, apenas a vontade de ver a imagem do Bom Jesus. Gozando de boa saúde e com excelente memória, Antônio Monteiro dorme cedo, às 19 horas e acorda de madrugada. Levanta da cama e faz uma caminhada pelo centro da cidade, se inteira das novidades e volta para sua casa onde assiste a missa transmitida pela TV Aparecida. 
Mantém a mesma dieta dos tempos da juventude, aprecia um mocotó e abomina bebidas alcoólicas. Sua residência na Travessa Francisco Aleixo é cotidianamente visitada por muita gente. Todos querem a sua benção, um “dedo de prosa”, um instante em sua companhia. Antônio Monteiro já foi tema de um folheto de cordel, escrito pelo estudante Hugo Engeli Nolácio Lima, e recebeu o título de “Cidadão Dariomeirense” concedido pela Câmara Municipal, através de um projeto do vereador Zezito Evangelista. Antônio Manoel Monteiro já viveu 100 anos e se for da vontade de Deus viverá ainda mais. Em sua saudável velhice ele nunca se esquece da saudosa companheira Lindalva, falecida há mais de 30 anos, e agradece pelos filhos: Eurides, Ismael, Maria, Dalva, Dinalva, Antônio, Gloria, Israel, Rita e Eugenia que tanto carinho lhes dão. No papo com os velhos amigos (Pascoal, Amado e Ezequiel Marinho) o assunto é a Igreja Católica, o Apostolado da Oração. Para ele Dário Meira é um grande lugar. ”Pode ter cidade igual, mas melhor não tem”.
Da sua longa vida, o velho Monteiro diz ter sido um presente de Deus e explica: ”Nunca passei fome ou desfeita, nunca agredir, nunca apanhei, sempre vivi em paz, com as graças do nosso pai eterno. Ando contente em riba desse mundo”.  *Por José Américo Castro

Candidatos eleitos em Aiquara, Dário Meira, Itagi e Itagibá são diplomados


Prefeitos de Aiquara, Dário Meira, Itagi e Itagibá (Fotos:Giro Ipiaú)
O Cartório da 147ª Zona Eleitoral realizou na noite dessa
terça-feira (13) a diplomação dos prefeitos, vice-prefeitos e vereadores suplentes
e eleitos de Itagibá, Dário Meira, Aiquara e Itagi. A solenidade ocorreu na
quadra do Colégio Municipal 14 de Agosto, em Itagibá, sede da zona eleitoral. O
local recebeu uma decoração especial para a ocasião que contou com um buffet. Os
candidatos eleitos estiveram acompanhados de familiares e amigos.
Juiz eleitoral (centro) esteve acompanhado de outras autoridades (Foto:Giro Ipiaú)
O juiz
eleitoral, Dr. César Batista parabenizou os eleitos e desejou boa sorte nos
mandatos dos diplomados. Para o prefeito eleito de Itagi, Dr. Olival Andrade,
comentou a expectativa para assumir o comando da prefeitura daquele município. “
A expectativa não somente é de ansiedade, mas de muita preocupação, porque
vamos encontrar uma prefeitura completamente desorganizada”, disse ao GIRO. Jositan
Pimentel (Tam), prefeito eleito de Aiquara, disse estar muito feliz com a
diplomação. “Estamos recebendo esse mérito que o município nos consagrou e essa
é mais uma etapa feliz da minha vida”, comentou.

Diplomação aconteceu na quadra do colégio Municipal 14 de Agosto (Foto:Giro Ipiaú)

Willian de Alemão, prefeito
eleito de Dário Meira, falou sobre a emoção de ser diplomado prefeito e mostrou-se
preocupado com a situação que deve receber a prefeitura do município. “Eu que
já fui diplomado em outras ocasiões como vereador, a noite de hoje é diferente,
pois o povo me confiou agora a administração de Dário Meira. E me tem causado
preocupação o estado em que se encontra o município, mas com muita fé em Deus e
muito trabalho iremos conseguir fazer um ótimo governo”, assegurou. Já Gilson
Fonseca, diplomado pela quinta vez como prefeito de Itagibá disse que esse
mandato será o seu maior desafio. “Esse mandato, talvez, seja o maior desafio
da minha vida, pois além da minha idade, tem também hoje uma prefeitura que
está sendo entregue completamente sucateada”, comentou Gilson. A solenidade de
entrega dos diplomas contou também com as presenças de várias autoridades dos
municípios cobertos pela 147ª Zona Eleitoral (Giro Ipiaú)