Ipiaú: Família continua a procura de garota que fugiu de casa


A família de Natali Alcântara, 16, continua em busca de informações do paradeiro da adolescente que fugiu de casa há sete meses. A jovem morava com a avó no residencial Antônio Carlos Magalhães (ACM). O advogado da menina entrou em contato com a nossa reportagem para informar que a sua cliente não está desaparecida, no entanto, ele não revelou o local onde ela está morando atualmente. O advogado Expedito J.J. Junior contou que a garota está no processo de emancipação, já que está prestes a completar a maior idade. A emancipação de menores é um mecanismo legal através do qual uma pessoa abaixo da idade da maioridade, o incapaz ou relativamente capaz, adquire certos direitos civis, geralmente idênticos àqueles dos absolutamente capazes. Natali já estaria, inclusive, trabalhando em um sindicato, revelou o advogado. Na última quinta-feira(06), a mãe de Natali procurou a nossa redação para divulgar o desparecimento da sua filha (ver matéria). Ela nos contou que na véspera do “sumiço”, as duas tiveram uma discussão, o motivo não foi revelado. Dona Carla, mãe de Natali, esteve na última sexta-feira(07) no Programa do radialista Beto Marques, na FM Ipiaú, e fez o apelo para o retorno da garota à sua casa. O caso está sendo investigado pela polícia civil. (Giro em Ipiaú)