Convênio com Embasa irá assegurar novos investimentos em Ibirataia


Fotos: Divulgação

Na manhã desta sexta-feira (9), a prefeita do município de Ibirataia, Ana Cléia, participou do evento “Desafios do Novo Marco Legal do Saneamento”, realizado pela Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa), em Jequié, onde foram tratadas as diretrizes da Lei Nacional de Saneamento Básico. Na oportunidade, a gestora assinou o convênio entre o órgão e a Prefeitura Municipal, que irá avançar e assegurar novos investimentos para a cidade. “Este convênio representa um ganho enorme para a população ibirataense, pois viabiliza a continuidade do trabalho de abastecimento de água e de esgotamento sanitário no município, além de facilitar a obtenção de recursos junto aos agentes financiadores públicos e internacionais, possibilitando mais investimentos que expandam a cobertura dos serviços da Embasa para toda a região, de acordo com termos do Plano Municipal de Saneamento Básica (PMSB)”, disse Ana Cléia. Na ocasião, a prefeita esteve acompanhada do secretário de Governo, Valdo Silva, do procurador jurídico Dorgival Neto e dos vereadores locais Chafick Luedy e Marquinhos do Cacau. O encontro também contou com as presenças do secretário estadual de Infraestrutura Hídrica e Saneamento, Leonardo Góes, do presidente da Embasa, Rogério Cedraz, de deputados e lideranças regionais. *Ascom/Prefeitura Municial de Ibirataia

Trabalhadores da Embasa paralisam atividades por 24 horas nesta terça-feira


Foto: Arquivo/Giro Ipiaú

Os trabalhadores da Embasa irão paralisar as atividades por 24 horas nesta terça-feira (23), tanto na capital quanto no interior. O motivo é a demora nas negociações do Acordo Coletivo de Trabalho 2019/2020. Segundo o Sindicato dos Trabalhadores em Água, Esgoto e Meio Ambiente da Bahia (Sindae), a empresa está enrolando os funcionários e apresentou uma proposta de reajuste de 5,07% no salário e nos auxílios educação, material escolar, filho especial e funeral. No entanto, o aumento só ocorre se todos aceitarem o sistema de coparticipação no plano de saúde.

Já o sindicato, que está em campanha salarial desde maio, quer ganho real no salário e reajuste de todos os auxílios, além da exclusão do sistema de coparticipação. Como não foi atendida, a categoria não fez o acordo e confirmou a paralisação de 24h durante assembleia.

Após a interrupção nos trabalhos, os funcionários realizarão novas assembleias no final do mês para “adotar uma posição ainda mais dura caso até lá a empresa não mude sua postura”. Dentre os serviços que ficarão suspensos estão os de ligação e religação de água e esgoto, conserto de vazamentos de água e esgoto, entrega de fatura e atendimento ao público. A Embasa informou que os serviços de operação dos sistemas de água e esgoto não serão paralisados.

Ibametro orienta os consumidores sobre problemas com Hidrômetro


O Instituto Baiano de Metrologia e Qualidade (Ibametro), órgão delegado do Inmetro na Bahia, orienta os consumidores sobre problemas com hidrômetro. Um total de 2,727 mil instrumentos foram verificados em 2019, até o mês de maio, sendo 1,486 mil aprovados e 1,241 mil reprovados, em função de problema nos dispositivos internos do medidor. Caso desconfie de alguma irregularidade, o consumidor deve inicialmente procurar a Embasa para tentar solucionar o possível problema. Após a Embasa finalizar a averiguação, caso o problema persista, o consumidor deve contatar o Ibametro para verificação do instrumento de medição pelo 0800 071 1888.

“A maior parte dos atendimentos que estamos fazendo, em todo o Estado, é fruto de denúncia de consumidores, que acionam a justiça para solucionar a questão. O Ibametro acompanha a retirada do instrumento pela Embasa e o leva para análise em bancada medidora. Após o exame, o Ibametro emite o laudo técnico em resposta ao processo judicial, confirmando ou não a existência do problema”, explica o diretor-geral do Ibametro, Randerson Leal.

O consumidor deve sempre acompanhar a retirada do hidrômetro pela Embasa e checar se no documento, que precisará assinar atestando a retirada do equipamento para verificação metrológica, constam informações sobre as condições em que foi retirado o instrumento, inclusive se este portava o lacre, bem como deve constar o número de série do referido aparelho. O consumidor fica com uma cópia do documento.

O setor de hidrometria do Ibametro tem capacitado as equipes das agências regionais do órgão para verificação metrológica e emissão de laudos técnicos, visando descentralizar esse tipo de serviço para agilizar o atendimento ao consumidor usuário do serviço da Embasa. Os laudos técnicos são solicitados pela justiça, em casos em que os consumidores pedem ao Ibametro e/ou à Embasa a verificação do hidrômetro por desconfiarem que o instrumento de medição esteja funcionando de modo incorreto, podendo incidir em cobrança de valor indevido.

Conta de água será reajustada em quase 5%


Foto: Giro Ipiaú

Em 2019, o reajuste tarifário anual para os usuários dos serviços da Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) será de 4,7%. Autorizada pela Agência Reguladora de Saneamento Básico do Estado da Bahia (Agersa), a correção é menor do que a expectativa da empresa, que era de 6,22% em função do aumento de seus custos operacionais, e foi baseada somente no Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA).

De acordo com o diretor geral da Agersa, Walter Oliveira, as dificuldades financeiras que o país enfrenta e o bom desempenho da Embasa em 2018 foram determinantes para que o reajuste não chegasse ao patamar informado pela empresa, reduzindo o desconforto para a população baiana. “É justo que a empresa pública compartilhe com os usuários os ganhos de eficiência obtidos no ano passado e, em função disso e de estudos técnicos realizados pela Agência, o reajuste será de apenas 4,7% nas contas de água”. A resolução sobre os novos valores será publicada no Diário Oficial do Estado deste sábado (11) com efeito a partir de domingo , 12, mas só passará a vigorar a partir de 12 de junho.

Vazamento de água no centro de Ipiaú já dura mais de 24 horas, denuncia morador


Vazamento teria começado meio-dia de terça-feira.

Desde o meio-dia de terça-feira, 07, a água do sistema de abastecimento da embasa transborda na Rua Padre Fileto, centro de Ipiaú. Até às 14h45 dessa quarta-feira, 08, a água continuava a transcorrer na localidade. “Desde ontem está acontecendo esse vazamento. Já fiz várias reclamações na embasa e até o momento não foi resolvido”, comentou um morador. Desde o último final de semana, moradores de localidades como o bairro Santa Rita, ACM e centro da cidade reclamavam de falta de abastecimento. Conforme as informações recebidas em nossa redação, em algumas áreas o fornecimento já foi restabelecido por completo, outras no entanto continua cadenciado.

Em contato com o escritório da embasa local, nossa reportagem foi informada que o pessoal já tem conhecimento do vazamento na Padre Fileto e que uma equipe deverá realizar os reparos o mais breve. Já sobre a falta de abastecimento recente, a embasa informou que houve uma parada elétrica na estação de tratamento, por volta das 21h de domingo, mas que tudo foi normalizado às nove da manhã de segunda-feira. A Empresa Baiana de Água e Saneamento disse ainda que na terça e nesta quarta-feira ainda não tinha recebido nenhuma informação de falta d´água em pontos da cidade. (Giro Ipiaú)

Prefeitura de Ipiaú cancela audiência pública com a Embasa


A Audiência Pública que a Prefeitura Municipal de Ipiaú promoveria na noite desta terça-feira (30), com o objetivo de discutir a minuta do contrato que o município celebrará com a Empresa Baiana de Águas e Saneamento S.A (EMBASA), para prestação de serviços públicos de abastecimento de água e de esgotamento sanitário, foi cancelada em decorrência da falta de definição de alguns pontos do esboço do documento.  Os setores jurídicos das duas partes estão ajustando a minuta e brevemente a prefeitura anunciará uma nova data para a realização da audiência. Ao analisar a proposta da Embasa, a prefeitura detectou pontos que necessitavam de correção. Diante disso, fez as observações e indicações necessárias para que o setor jurídico da Embasa inclua na redação final da minuta. A audiência pública visa proporcionar aos munícipes a possibilidade de encaminhamento de seus pleitos, opiniões e sugestões sobre o Contrato de Programa a ser celebrado com a Embasa, assim como dar ampla divulgação a este contrato, proporcionando total transparência no processo de contratação da Embasa. (*José Américo Castro/Dircom Prefeitura)

Ipiaú: Prefeitura divulga decreto que estabelece Audiência Pública para contrato com a Embasa


Audiência Publica acontece no dia 30 de abril.

Visando a participação popular na discussão da minuta do contrato de programa entre o Município de Ipiaú e a Empresa Baiana de Águas e Saneamento S.A (EMBASA), para prestação de serviços públicos de abastecimento de água e de esgotamento sanitário neste município, a Prefeita Maria das Graças baixou um decreto estabelecendo edital de convocação e regulamento para a realização a realização do evento previsto para a noite do dia 30 de abril, no Salão do Plenário da Câmara de Vereadores. A consulta pública de que trata este regulamento, tem o objetivo de proporcionar aos munícipes a possibilidade de encaminhamento de seus pleitos, opiniões e sugestões sobre o Contrato de Programa a ser celebrado com a Embasa, assim como dar ampla divulgação a este contrato, proporcionando total transparência no processo de contratação da Embasa. Podem participar desta Consulta Pública pessoas físicas ou jurídicas interessadas na matéria. (mais…)