Rui assina termo de unificação dos terminais privados do Porto Sul, em Ilhéus


Foto: Alberto Coutinho/GOVBA

O governador Rui Costa e representantes da Bahia Mineração (Bamin) assinaram o termo de unificação dos terminais do Porto Sul e a constituição da Sociedade de Propósito Específico (SPE), para a construção do empreendimento que será instalado em Ilhéus, no sul da Bahia. O evento foi realizado no Salão de Atos da Governadoria, nesta terça-feira (21). “O projeto do Porto Sul foi concebido, inicialmente, com dois terminais. Por causa de todos os problemas econômicos que o Brasil passou e passa, nós resolvemos adotar a estratégia de unificá-los e, com isso, buscar acelerar e viabilizar a construção do porto, além de consolidar a concessão da ferrovia. Tenho repetido diversas vezes que esse projeto só fica de pé com os três ativos juntos: o porto, a ferrovia e a mineração. Por isso, estamos viajando para diferentes partes do mundo, para que investidores participem do projeto e possam dar viabilidade econômica e levar emprego para a região sul, para a região de Jequié, de Brumado e de Caetité, enfim, para o interior da Bahia”, afirmou o governador.

Foto: Alberto Coutinho/GOVBA

O Porto Sul representa um investimento de mais de R$ 2,5 bilhões e já possui todas as licenças ambientais necessárias para o início da implantação. A previsão é que as obras sejam iniciadas no segundo semestre de 2019, e a assinatura do termo permite o início do processo de desapropriações necessário à implantação do Porto. A unificação dos terminais é adotada como forma de assegurar o aumento da eficiência operacional do Porto Sul, a partir do uso compartilhado, pelo Estado e a Bamin, das estruturas marítimas e terrestres do equipamento. A estrutura terá capacidade de armazenamento e transporte de até 41,5 milhões de toneladas de minério de ferro por ano. (mais…)

Nome de Rui cresce como aposta do PT para Presidência em 2022, diz coluna


Rui Costa pode ser aposta do PT.

Setores do PT estão defendendo que o governador da Bahia, Rui Costa, seja uma alternativa para concorrer à Presidência da República nas eleições de 2022. De acordo com a Coluna do Estadão, do jornal O Estado de S. Paulo, cresce no partido a turma que defende um maior protagonismo de Rui nos destinos do partido. Vale lembrar que a Bahia, governada por ele, é o maior colégio eleitoral do Nordeste. O governador tem, aos poucos, buscado ganhar mais relevância nacionalmente. Recentemente, tornou-se presidente do Consórcio Interestadual de Desenvolvimento Sustentável do Nordeste (Consórcio Nordeste) e é colocado como uma das figuras que pode trazer renovação de lideranças ao PT.