Serviço de moto táxi de Ipiaú completa 18 anos


Ipiaú foi a 4ª cidade baiana a adotar os serviços.

Nesta quarta-feira, 14, completaram 18 anos da introdução do serviço de moto-táxi na cidade de Ipiaú. A ideia partiu do atual vereador Nasser Barros que já vinha observando o sucesso do empreendimento em outros centros do estado da Bahia. Ipiaú foi a quarta cidade baiana a adotar o serviço que no Brasil foi introduzido no ano de 1994, na cidade de Crateús, interior do Ceará, por um funcionário do Banco do Brasil. A iniciativa de Nasser foi noticia no jornal A Tarde e contou  com o apoio do empresário Eduardo Pereira Alves (DÚ) que fez a doação de três motos, além de conceder condições para a instalação de um ponto na Rua Castro Alves, com telefone e outros equipamentos necessários.

Atualmente cerca de 500 pessoas trabalhavam na área.(Foto:Giro/Bruno Aragão)

O então prefeito municipal, José Motta Fernandes também apoiou o projeto, pois reconheceu que o serviço iria gerar emprego e renda para alguns segmentos da população e suprir o déficit na questão do transporte urbano de passageiros. Nasser lembra que os três primeiros moto-taxistas de Ipiaú foram Admilson, Jai e Luciano. Hoje cerca de 500 profissionais, lotados em aproximadamente 50 pontos, se dedicam à atividade que ainda se mostra propensa a crescimento e necessita de regulamentação. Nem tudo foram flores na luta pelo estabelecimento do serviço em Ipiaú. Houve um tempo em que as motocicletas foram apreendidas, os profissionais ameaçadas, mas a persistência de Nasser saiu vitoriosa. (Giro/José Américo Castro).