Vara da Infância e Juventude, Conselho Tutelar e PRE realizam blitz educativa na BA-650


Fotos: Divulgação

A violência e a exploração sexual contra crianças e adolescentes é um problema que tem chamado cada vez mais a atenção da sociedade e exigido ações e esforços integrados para seu combate. O dia 18 de maio, escolhido como Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, marca a luta contra essa violência no Brasil. Em Ipiaú, a Vara da Infância e da Juventude (VIJ) realizou uma blitz educativa na BA 650 (saída de Ipiaú para Ibirataia), através dos Agentes de Proteção à Criança e ao adolescente no último sábado (18) em parceria com o conselho Tutelar e policia rodoviária estadual (PRE), a ação teve como principal objetivo o enfrentamento e combate à violência sexual infanto-juvenil, e, em tempo orientar os condutores a não transportar crianças e adolescentes sem a autorização dos responsáveis.A ação foi coordenada pelo agente de proteção Ivan, que enfatizou: “Não se cale, denuncie, disk 100 não precisa se identificar, procure o conselho tutelar, ligue para polícia nossas crianças e adolescentes não merecem passar por este sofrimento. Gostaria de agradecer a parceria da Policia Rodoviária Estadual e do Conselho Tutelar de Ipiaú, além do total apoio da Juíza da vara da infância e juventude Dra. Leandra Leal”.A coordenadora do Conselho Tutelar – Jamile Torres pontuou: “A população é peça-chave no combate à exploração e é preciso desmistificar a questão, esclarecer as pessoas e orientá-las a denunciar de forma responsável. Daí a importância da campanha. O conselho tutelar de Ipiaú está de portas abertas. Nosso número para denúncias é o 3531-5574”.

Vara dos Juizados e 55ª CIPM realizam evento de Segurança Pública com a Justiça Restaurativa e Comunitária de Ipiaú


Foto: Divulgação

Aconteceu nos dias 23, 24 e 25 deste mês, a Semana de Integração da Segurança Pública com a Justiça Restaurativa e Comunitária de Ipiaú. Promovida pela Vara dos Juizados e a 55ª Corporação de Policia Militar, o evento oportunizou o intercâmbio de informações e conhecimentos entre servidores e membros do Núcleo de Justiça Restaurativa e Comunitária e Policiais Militares. Na terça e quarta-feira (23 e 24/04), servidores e membros do núcleo participaram do Curso Gestão de Crise e Segurança Institucional, ministrado pelo Capitão Márcio Henrique Chagas, da 7ª CIPM (Companhia Independente de Polícia Militar de Vitória da Conquista) e o Major Jocevâ Oliveira, Comandante da Polícia Militar de Ipiaú, onde foram apresentadas técnicas destinadas à proteção e a salvaguarda institucional e de seus integrantes.

Na quinta-feira (25/04), Policiais da 55º Corporação de Policia Militar conheceram e participaram das práticas de cultura de paz, quais sejam: constelação familiar, ministrada pelos facilitadores Ciderela Rigaud (servidora da Vara dos Juizados) e Américo Junior (Policial Militar) e a oficina de comunicação não-violenta, ministrada pela servidora da Vara dos Juizados Clara Vieira e a Psicóloga Aracely Schettine Paiva. Para a Dra. Janine “os conhecimentos e práticas compartilhadas geraram em todos o sentimento de pertencimento e uma ampliação coletiva de consciência do sistema social, institucional, político, de saúde e comunitário”.

A Magistrada ressaltou ainda o apoio institucional recebido do poder público municipal e de empresários da cidade para a realização evento “gostaria de agradecer a todos que contribuíram com a logística deste evento, bem como, a toda nossa equipe de trabalho e a parceria com a 55º Corporação de Policia Militar, na figura do Major Jocevã Oliveira”. O Major Jocevã Oliveira salientou a importância para a corporação em conhecer as práticas de construção de paz, qualificando as abordagens policiais em relação aos usuários de drogas, que são o público-alvo do Núcleo de Justiça Restaurativa e Comunitária de Ipiaú. O evento foi autorizado e aprovado pela Comissão de Segurança do TJ/BA, e, chancelado pela Universidade Corporativa (Unicorp) do Tribunal de Justiça da Bahia (TJBA), que certificou os participantes do evento, como parte da política da instituição em capacitar e aperfeiçoar Magistrados e Servidores.