Xangai reencontrou um parente em Ipiaú


Xangai em um papo legal com o primo Rubens.
É do conhecimento de todos que o cantor e compositor Xangai realizou na noite do último sábado, 26, um dos melhores espetáculos musicais já vistos em Ipiaú. Entretanto o que poucos sabem é que na oportunidade ele reencontrou com um primo carnal e amigo das antigas. Pois é, isso aconteceu e rendeu alguns minutos de papo legal, cheio de recordações da fazenda na região do Cariri, zona rural de Itapebi, onde viveram um bom tempo da juventude, algo em torno de dez anos. Seu Rubens, filho de Eufrásio, irmão e gerente da fazenda de seu Jany, pai de Eugenio Avelino, o menino que mais tarde receberia o apelido de Xangai, foi ao encontro do parente famoso, se apresentou e logo foi reconhecido. Na conversa dos dois vieram recordações do Rio Jequitinhonha, das cavalgadas nos pastos de gado, das caminhadas até a escola, das proezas de um outro parente: o valente “Deco Mata Onça”, dono de uma força descomunal e que ganhou fama por ter abatido uma pintada que atacou o seu cão de caça. Depois da animada conversa os dois (Xangai e Rubens) trocaram endereços e ficaram de programar um novo reencontro. Seu Rubens de Souza Menezes, o primo de Xangai, nasceu em Vitória da Conquista, mas vive em Ipiaú há 47 anos. Nesta cidade do vale do Rio de Contas ele exerceu diversas atividades, inclusive a de carpinteiro e constituiu família numerosa. Um dos seus filhos é Dodô, proprietário do Mercado Contos de Verão, na Rua Manoel Mendes de Andrade, proximidades da AABB. Aos 73 anos de idade, seu Rubens curte a vida da melhor possível. É membro do “Congresso dos Idosos”, um ponto de reunião muito interessante nesta área da cidade, pilota motocicleta e gosta de contar causos, muitos causos. Sendo assim, não é atoa que é parente de Xangai, o cantador de outros causos. (Giro/José Américo Castro).